Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10018
Título: Efeito de ácidos húmicos provenientes do lodo de esgoto, solo de manguezal e vermicompostos em Zea mays L.
Autor(es): Barcelos, Monique Ellen Farias
Orientador: Matsumoto, Silvia Tamie
Coorientador: Dobbss, Leonardo Barros
Data do documento: 26-Fev-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O Húmico desempenha um papel importante na a fertilidade e estrutura dos solos. O lodo pode ser utilizado com biofertilizante e contribuir na redução dos custos dos agricultores com adubos fosfatados e nitrogenados, e incrementar a acumulação de nutrientes no solo. Os ácidos húmicos (AH) isolados de vermicomposto aumentam a capacidade de troca catiônica do solo e a liberação de nutrientes para as plantas, promovendo o crescimento vegetal. O objetivo deste trabalho foi avaliar as respostas fisiológicas, anatômicas e bioquímicas de plantas de Zea mays L. tratadas ou não com AH extraído de lodo de esgoto, ecossistema manguezal e vermicomposto, avaliando se a origem do AH influencia na sua bioatividade. Os resultados obtidos demonstram que respostas significativas no crescimento inicial, teor pigmentos fotossintéticos e densidade estomática foram obtidas em plantas tratadas com a concentração de 1 mMC L-1 AHLE, sendo que tal estímulo não foi detectado na atividade hidrolítica das bombas de H+ de membrama plasmática (P-H+-ATPase). Termos para indexação: Zea mays L., crescimento vegetal, lodo de esgoto, vermicomposto.
The humic plays an important role in the structure and fertility of the soil. The sludge can be used as a bio fertilizer and contribute to the reduction of costs for farmers with phosphate and nitrogen fertilizers, and increase the accumulation of nutrients in the soil. Humic acid (HA) isolated from vermicompost increase the cation exchange capacity of the soil and the release of nutrients to the plants, promoting plant growth. The aim of this study was to evaluate the physiological, anatomical and biochemical responses of Zea maysL. plants treated or not with HA extracted from sewage sludge, mangrove ecosystem and vermicompost, assessing whether the source of the HA influence on their bioactivity. The results show that significant responses in early growth, photosynthetic pigments content and stomatal density were obtained in plants treated with the concentration of 1 mMC L-1AHLE, and such stimulus was not detected in the hydrolytic activity of the plasma membrane proton pumps (P-H+-ATPase). On the other hand, PPases activity were significantly activated by the treatments
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10018
Aparece nas coleções:PPGBV - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9012_DISSERTAÇÃO MONIQUE.pdf1.13 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.