Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10044
Título: Acessibilidade viária e desenvolvimento urbano: o município da Serra (1923-1973)
Autor(es): Campos, Manoela Patrícia Aleixo Santos
Orientador: Freitas, José Francisco Bernardino
Palavras-chave: Acessibilidade; desenvolvimento urbano; circulação viária; ocupação urbana;
Accessibility; urban development; road circulation; urban occupation; history of Serra
Data do documento: 30-Ago-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Este estudo relaciona a acessibilidade promovida pelas vias, sejam rodovias, ferrovias ou os rios e os mares, com o desenvolvimento urbano. Objetiva, assim, demonstrar que as formas de circular operam sobre o território por meio de ações políticas ou decorrentes das mediações da economia, na promoção, ou involução do crescimento ou desenvolvimento de um lugar. Apresenta inicialmente o processo de ocupação territorial do Brasil em que a circulação era realizada pelos rios, pelo mar e por trilhas e estradas para trânsito a pé ou com animais, fato que perdurou até o fim do século XIX. A partir daí ferrovias são inseridas constituindo uma rede, ampliando as possibilidades de circulação no país. Identifica que, com a introdução da indústria automobilística, o Brasil opta pelo predomínio rodoviário, e muitas ferrovias deixam de existir para dar lugar a rodovias. Examina como as alterações na forma de circular agiram diretamente nas localidades em que estavam inseridas, desenvolvendo-as ou até mesmo fazendo-as desaparecer. O município da Serra, definido como recorte territorial da pesquisa, foi apresentado desde sua ocupação inicial, em que a circulação predominante era promovida pela via fluvial e marítima. Posteriormente vai passar por um período de inserção da ferrovia em seu território até o estabelecimento da rodovia como principal meio de circulação. Identifica que a Serra, inicialmente, desenvolveu sua ocupação no litoral e no entorno do rio Santa Maria, onde ocorria a movimentação do café produzido na região de Santa Leopoldina. A passagem da ferrovia nessa região modificou o transporte de mercadorias e causou o declínio pela retirada de localidades, como a de Queimado e de Nova Almeida, da economia local, permanecendo esta última, apenas como balneário de patrimônio jesuítico. O recorte temporal de 1923 a 1973 parte da construção do primeiro acesso entre a Serra e a capital, Vitória, até este ramal passar a fazer parte da BR-101, inaugurada em 1973. A BR-101 redirecionou o desenvolvimento urbano para seu entorno, constituindo um dos mais importantes agentes transformadores do município que, a partir da década de 1970, foi inserido no contexto urbano e econômico da Grande Vitória, viabilizando o estabelecimento, em seu território, de grandes projetos da instância federal. Palavras-chave: Acessibilidade. Desenvolvimento urbano. Circulação viária. Ocupação urbana. História da Serra
This study relates to accessibility promoted by the way, whether roads, railways or rivers and seas, with urban development. The purpose is thus demonstrate that the forms of circular operate on the territory through policies or actions arising out of the mediations of the economy, promotion, or involution of growth or development of a place. It first presents the territorial occupation process in Brazil where the movement was carried by rivers, the sea and trails and roads for traffic on foot or with animals, fact which lasted until the late nineteenth century. From there railways are inserted with these constituting a network, expanding the potential circulation in the country. It identifies that with the introduction of the automobile industry, Brazil opts for road dominance, and many railroads are gone to make way for roads. Examines how changes in these forms of circular acted directly in the localities where they were inserted, developing them or even making them disappear. The municipality of Serra, defined as territorial clipping of the research was presented from its initial occupation, in which the predominant movement was promoted by river and sea. Later it will go through a railroad insertion period in its territory to the establishment of the highway as the main means of circulation. Identifies the Sierra initially developed its occupation on the coast and around the river Santa Maria, where occurred the coffee movement produced in Santa Leopoldina region. The passage of the railroad in this region changed the transport of goods and the decline caused by the withdrawal of places like Queimado and Nova Almeida of the local economy, remaining the latter, just as Jesuit heritage resort. The time frame from 1923 to 1973 of the construction of the first access between the country and the capital Victoria to this extension become part of the BR-101, which opened in 1973. The BR-101 redirected urban development to its surroundings constitute one of the most important change agents of the municipality, which since the 1970s has been inserted in the urban and economic context of the Grande Vitória enabling the establishment in its territory of large projects the federal level
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10044
Aparece nas coleções:PPGAU - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10259_Manoela Patricia.pdf3.69 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons