Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10051
Título: São Mateus: do lugar à Vila
Autor(es): Santos, Sofia Maria Valente Simões dos
Orientador: Ribeiro, Nelson Pôrto
Palavras-chave: Urban planning; urbanism; history; Brazilian colonial period;
Data do documento: 10-Mar-2017
10-Mar-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A pesquisa de mestrado - São Mateus: do Lugar à Vila - é do âmbito da História do Urbanismo Colonial no Brasil, trata do povoamento do rio Cricaré/ São Mateus sob a hipótese de que seja de longa duração, caracterizado por alguns (des)povoamentos, e provavelmente resultante da necessidade de aproximação de núcleos de um complexo urbano mais vasto, como Bahia, Espírito Santo, ou mesmo Rio de Janeiro. O rio Cricaré faz parte da historiografia colonial brasileira desde o primeiro século, tendo sido divulgado em Lisboa como um meio de se chegar às minas, através do Tratado da Terra do Brasil, de Pêro de Magalhães Gândavo, ca 1568; mais tarde em Madrid, em 1587, no Tratado descritivo do Brasil, de Gabriel Soares de Sousa e no início do século XVII no Livro que dá Rezão do Estado do Brasil com ilustrações de Teixeira Albernaz I. Tem por objetivo identificar momentos de povoamento da região de São Mateus, entre o século XVI e XIX, para que concretamente possa chegar a um entendimento de evolução urbana de S. Mateus. A metodologia utilizada é própria, de pesquisa e recolha documental arquivista, e parte do pressuposto teórico-metodológico proposto por Reis Filho, na obra Contribuição ao estudo da Evolução Urbana do Brasil- 1500/1720, com base na sociologia e geografia. É essencial o contributo dos estudos de Beatriz Siqueira Bueno, quanto ao conceito de território e suas vinculações com a cartografia, assim como, de Pedro Almeida Vasconcelos, quanto à geografia urbana histórica e a cartografia. Os registros iconográficos, quando existentes, podem comprovar a materialização das estratégias ou ações dos agentes envolvidos, mas será a confrontação dos vários tipos de documentos de fonte primária que permitirá avaliar a continuidade, e/ou eficácia de princípios determinantes e reguladores do território. A partir da análise destes dados, obtêm-se os resultados que permitem construir mapas conjecturais, representativos de momentos específicos de consolidação e evolução urbana da Vila de S. Mateus. Assim, a pesquisa apresenta-se organizada em três capítulos. No primeiro capítulo, faz-se a análise do reconhecimento geográfico-histórico, através da iconografia cartográfica, identificam-se as continuidades e/ou mudanças na apropriação do espaço, materializadas no território. No segundo capítulo, dedicado ao povoamento, identificam-se momentos de povoamento do território. No terceiro capítulo, com os resultados obtidos da análise da pesquisa documental, apresentados nos dois capítulos precedentes, elaboram-se três mapas conjecturais, que compreendem o intervalo de quase 100 anos de São Mateus como Vila, visando o entendimento da sua evolução urbana. Conclusivamente este estudo dá a conhecer momentos de povoamento da região de São Mateus, entre o século XVI e XIX, e concretamente, o entendimento da evolução urbana da povoação de S. Mateus, elevada a Vila, em 1764 e Cidade, em 1848. Palavras chave: Planejamento urbano. Urbanismo. São Mateus (ES). História. Período Colonial Brasileiro.
The master's research - São Mateus: do Lugar à Vila - is part of the History of Colonial Urbanism in Brazil, it aims the settlement of the Cricaré / São Mateus river under the hypothesis that it is long-lived, characterized by some. Settlement/non settlement, and probably resulting from the need to approximate urban centers of a larger urban complex, such as Bahia, Espírito Santo, or even Rio de Janeiro. The Cricaré river has been part of the Brazilian colonial historiography since the first century, having been divulged in Lisbon as a mean of arriving at the mines, through the Tratado da Terra do Brasil, de Pêro de Magalhães Gândavo, ca 1568; later in Madrid in 1587, in Tratado descritivo do Brasil, de Gabriel Soares de Sousa and in the beginning of the seventeenth century in the Livro que dá Rezão do Estado do Brasil, com ilustrações de Teixeira Albernaz I. Its purpose is to identify moments of settlement in the region of São Mateus, between the sixteenth and nineteenth centuries, so that concretely it can arrive at an understanding of urban evolution of S. Mateus. The methodology used is archivist research and collection, and it sustaines on the theoretical-methodological assumption proposed by Reis Filho, in the work Contribuição ao estudo da Evolução Urbana do Brasil- 1500/1720, based on sociology and geography. The contribution of studies by Beatriz Siqueira Bueno on the "concept of territory and its links to cartography", as well as by Pedro Almeida Vasconcelos, on historical urban geography and cartography is essential. The iconographic records, when they exist, can prove the materialization of the strategies or actions of the agents involved, but will be the confrontation of the different kind of documents of primary source that will allow to evaluate the continuity, and / or effectiveness eficiency of regulating principles of the territory. From the analysis of these data, the obtained results allows to construct conjecturative maps, representative of specific moments of consolidation and urban evolution of the Vila de S. Mateus. Thus, the research is organized in three chapters. In the first chapter, the analysis of the geographic-historical recognition, through the cartographic iconography, it identifies the continuities and / or changes in the appropriation of the space, materialized in the territory. In the second chapter, dedicated to the settlement, it identifies moments of settlement of the territory. In the third chapter, with the results obtained from the analysis of documentary research, presented in the two previous chapters, three conjectural maps are elaborated, which comprise the interval of almost 100 years of São Mateus as Vila, aiming at the understanding of its urban evolution. In conclusion, this study reveals moments of settlement in the region of São Mateus, between the sixteenth and nineteenth centuries, and concretely, the understanding of the urban evolution of S. Mateus, elevated to “Vila”, in 1764 and “Cidade”, in 1848
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10051
Aparece nas coleções:PPGAU - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10778_Sofia Maria Valente Simões dos Santos20170815-104122.pdf8.32 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons