Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10123
Título: Duração do sono e o excesso de peso em adolescentes brasileiros : estudo ERICA
Autor(es): Borges, Marcela Aparecida de Souza
Orientador: Elizabete Regina de Oliveira
Palavras-chave: Sobrepeso
Sleep
Overweight
Obesity
Adolescents
Data do documento: 5-Set-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O excesso de peso em crianças e adolescentes é um agravo verificado mundialmente e constitui um importante desafio para a Saúde Pública devido a sua magnitude e comorbidades associadas, além do risco de doenças cardiovasculares na vida adulta. Nas últimas décadas, evidências epidemiológicas vêm sendo acumuladas associando a duração do sono à obesidade, isso porque se tem observado um aumento constante na prevalência de sobrepeso e/ou obesidade ao mesmo tempo em que se assiste a uma redução contínua na duração do sono. Dessa forma, o objetivo deste estudo foi investigar a associação da duração do sono com o excesso de peso em adolescentes brasileiros. A amostra foi composta por 65.837 adolescentes participantes do Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes (ERICA). Esse estudo transversal de base escolar, com abrangência nacional, envolveu adolescentes de 12 a 17 anos de municípios com mais de 100 mil habitantes. A duração do sono foi avaliada através de questões sobre o horário que os adolescentes costumavam dormir e acordar em dias da semana e finais de semana. Considerou-se com curta duração do sono aqueles que dormiam em média menos que 7 horas e com longa duração do sono os que dormiam em média mais que 11 horas. O excesso de peso foi classificado pelo índice de massa corporal segundo idade e sexo. Foram utilizadas análises brutas e ajustadas para o delineamento amostral. Houve um declínio na duração do sono com o decorrer da adolescência. A prevalência de curta duração do sono entre os adolescentes foi de 17,9% (IC 95% 17,0-18,8) e de longa duração do sono 3,6% (IC 95% 3,0-4,3), enquanto que a prevalência de excesso de peso foi de 25,5%. Observou-se ainda uma relação entre a curta duração do sono com o excesso de peso e que esta associação permaneceu após ajuste para possíveis variáveis confundidoras. Os adolescentes com curta duração do sono tiveram um incremento de 8% na prevalência de excesso de peso (RP=1,08; IC95% 1,00-1,17) enquanto os indivíduos que dormem em média mais de 11 horas, tiveram uma redução de 19% (RP=0,81; IC95% 0,67-0,98). Logo, os resultados encontrados sugerem que a curta duração do sono pode estar associada ao excesso de peso em adolescentes e que incentivar o sono regular e suficiente pode representar uma intervenção com boa relação custo-benefício para a prevenção do excesso de peso
Child obesity is a worldwide aggravation which constitutes a challenge to public health because of the magnitude and associated risks of comorbidity involving adult cardiovascular diseases. In the last decades, epidemiological evidence was accumulated associating sleep duration with obesity. This came from observing a continuous increase in weight where there was a continuous reduction of sleep time. The objective of this research was to investigate the correlation between sleep duration and obesity in Brazilian teenagers. The research project, called “The Study of Cardiovascular Risks in Adolescents” (Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes – ERICA), involved a sample group of 65,837 teenagers in a schoolbased cross-sectional study, involving teens from across the nation ages 12 to 17, in cities with more than 100,000 habitants. Sleep habits were determined through the use of questionnaires regarding adolescent bedtime and waking schedules, both during the week and on weekends. Less than 7 hours a night was considered short sleep duration, and more than 11 hours a night long duration. Excess weight was classified using a body mass index according to age and gender. The sample used crude and adjusted data analysis. There was a decline in sleep duration corresponding with an increase in age across the adolescent years. The prevalence of short sleep duration among adolescents was 17,9% (95%CI 17,0-18,8) and long sleep duration 3,6% (95%CI 3,0-4,3), while the prevalence of excess weight was of 25,5%. It was observed that the correlation of shorter sleep and excess weight continued after the adjustment of possible variables confounding. Teenagers with short sleep duration had an increase of 8% in the prevalence of overweight (PR = 1,08; 95%CI 1,00-1,17), while individuals who slept on average for more than 11 hours had a reduction of 19% (PR = 0,81; 95%CI 0,67-0,98). Therefore, the results suggested that in the teenage years, shorter sleep durations can be associated with excess weight, and encouraging regular and sufficient sleep is an intervention to prevent excess weight with a favorable cost to benefit correlation
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10123
Aparece nas coleções:PPGASC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_11575_2015_Marcela Aparecida S Borges.pdf2.37 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.