Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10175
Título: Comparação entre os valores de limite de liquidez obtidos pelos métodos de Casagrande e cone para diferentes solos argilosos
Autor(es): Crevelin, Letícia Garcia
Orientador: Bicalho, Kátia Vanessa
Data do documento: 28-Mai-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: No presente trabalho destaca-se a importância de especificar o procedimento e equipamento utilizado para determinar o limite de liquidez, LL, de um solo argiloso. Foram comparados os resultados de LL determinados pelo método de percussão proposto por Casagrande, LLc, e pelo método do cone de penetração, LLp, medidos por diferentes operadores e em diferentes laboratórios em solos argilosos de distintas mineralogias e origens geológicas. Os LLp foram determinados de acordo com a norma britânica (penetração de 20 mm) e os valores de LLc foram determinados utilizando aparelho de Casagrande de diferentes durezas. Foram avaliados oito grupos de pares de dados de LLc e LLp, agrupados em função da dureza da base do aparelho de percussão, mineralogia e valor de LL dos solos argilosos. Através da regressão linear simples os resultados experimentais mostram que as correlações entre os dois métodos variam com a mineralogia do solo argiloso e a dureza da base do aparelho à percussão. Os resultados de limite de liquidez obtidos para as caulinitas e ilitas ou solos com baixo LL indicaram LLp > LLc. Os valores de LL das montmorilonitas ou solos com alto valor de LL indicaram maior dispersão nas correlações entre os dois métodos e LLp < LLc. Os testes estatísticos dos resíduos mostraram que, apesar dos elevados valores dos coeficientes de determinação obtidos, algumas correlações lineares definidas neste trabalho não são válidas ou devem ser utilizadas com cautela. As correlações foram válidas para as montmorilonitas (para teor de argila maior que 30%) e para os solos argilosos de diversas mineralogias com LL entre 20 e 80%, sendo esta apenas para aparelho de percussão de base dura. Ressalta-se que este estudo busca estimular a avaliação crítica das correlações previamente publicadas e das que futuramente serão elaboradas, e não esgotar o assunto acerca da obtenção de correlações entre ensaios geotécnicos.
In this present study, is highlighted the importance of specifying the procedure and equipment used to determine the liquid limit (LL) of a clay soil. The results of LL, obtained by percussion method proposed by Casagrande (LLc) and by the cone penetration method (LLp), measured by different operators and at different laboratories of clayey soils from different mineralogies and geological origins were compared. The LLp values were determined using British cone (20 mm fall cone penetration) and LLc values were determined using different hardnesses of Casagrande apparatus. Eight data base groups of LLc and LLp were evaluated, grouped according to the hardness of the percussion apparatus, mineralogy and LL value of the clayey soils. The experimental results using simple linear regression shows that the correlations between the two methods vary with the mineralogy of the clayey soil and the hardness of the base of the apparatus to the percussion. The liquid limit results obtained for kaolinites and ilites or low LL soils indicated LLp > LLc. The LL results of montmorillonites or soils with high LL value showed that there is greater dispersion among the correlations between both methods and that LLp < LLc. Residual statistical tests showed that, despite the high values of determination coefficients obtained, some linear correlations defined in this study are not valid or should be used with caution. The correlations were valid for montmorillonites (for clay content higher than 30%) and for clayey soils of several mineralogies with LL between 20-80% (this only for hard base percussion apparatus). It should be emphasized that this study seeks to stimulate the critical evaluation of the previously published correlations and those that will be elaborated in the future, and not to exhaust the subject about obtaining correlations between geotechnical tests
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10175
Aparece nas coleções:PPGEC - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_12486_LETÍCIA GARCIA CREVELIN.pdf2.69 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.