Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10184
Título: Avaliação dos Efeitos do Consumo de Dieta Hiperlipídica na Infecção Experimental Pelo Trypanosoma Cruzi
Autor(es): DOMINGUES, E. L. B. C.
Orientador: Santos, F.M.; dos Santos, F.M.
Data do documento: 24-Jul-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: DOMINGUES, E. L. B. C., Avaliação dos Efeitos do Consumo de Dieta Hiperlipídica na Infecção Experimental Pelo Trypanosoma Cruzi
Resumo: A doença de Chagas (DC) é uma doença parasitária que tem como agente etiológico o Trypanosoma cruzi. A cardiopatia chagásica é um importante acometimento da infecção pelo T. cruzi e pode manifestar quadros graves de insuficiência cardíaca com evolução para morte súbita. Além da etiologia parasitária, outras são ainda as causas que podem acarretar no desenvolvimento de doenças cardiovasculares com sinais de insuficiência cardíaca, tal como consumo da dieta hiperlipídica e o processo inflamatório corroborado pelas dislipidemias. Dessa forma o objetivo do presente estudo foi avaliar os efeitos da dieta hiperlipidíca sobre a infecção experimental pelo T. cruzi. O peso corporal e a ingestão alimentar foram aferidos semanalmente. A parasitemia foi monitorada diariamente na fase aguda da infecção e parâmetros bioquímicos foram avaliados mensalmente por um período de 3 meses de infecção. Para avaliações histopatológicas, fragmentos do tecido adiposo e do tecido muscular cardíaco foram coletados após eutanásia dos animais. Os procedimentos experimentais foram aprovados pela Comissão de Ética no Uso de Animais da Universidade Federal do Espírito Santo (protocolo no 043/2015). A dieta hiperlipídica propiciou redução da parasitemia na fase aguda da infecção (p<0,05), elevação do peso corporal principalmente no grupo não infectado e alimentado com dieta hiperlipídica, redução da ingestão alimentar média e elevação dos teores séricos de colesterol total a partir do 1omês de infecção (p<0,05). Foram ainda verificados uma maior hipertrofia do tecido adiposo (p<0,001) nos animais não infectados alimentados com dieta hiperlipídica, e um aumento de células inflamatórias no tecido muscular cardíaco (p<0,001) acompanhando os elevados níveis séricos de citocina TNF-alfa dos animais infectados que consumiram dieta hiperlipídica. Esses resultados demonstram que o elevado consumo lipídico acarretou em hipertrofia do tecido adiposo e manutenção do processo inflamatório cardíaco. Palavras-chave: Trypanosama cruzi, Dieta hiperlipídica, Cardiopatia chagásica
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10184
Aparece nas coleções:PPGNS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11236_VERSÃO FINAL PDF DISSERTAÇÃO ELISA LIZ BELLI.pdf
  Restricted Access
1.42 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.