Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10201
Título: AVALIAÇÃO DA ADSORÇÃO DE COBRE(II) E CROMO(III) UTILIZANDO RESÍDUOS DE MÁRMORE BRANCO COMO MATERIAL ADSORVENTE NÃO CONVENCIONAL E DE BAIXO CUSTO.
Autor(es): GUIMARAES, T.
Orientador: PROFETI, D.
Coorientador: PROFETI, L. P. R.
Data do documento: 27-Fev-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: GUIMARAES, T., AVALIAÇÃO DA ADSORÇÃO DE COBRE(II) E CROMO(III) UTILIZANDO RESÍDUOS DE MÁRMORE BRANCO COMO MATERIAL ADSORVENTE NÃO CONVENCIONAL E DE BAIXO CUSTO.
Resumo: O processo de adsorção de íons Cu(II) e Cr(III), em resíduo de mármore branco, foi investigado por de meio de experimentos em batelada. Os estudos foram conduzidos para identificar o ponto de carga zero (PCZ) do material adsorvente, o tempo e as concentrações de equilíbrio de Cu(II) e Cr(III). Além disso, foram investigados os modelos cinéticos de adsorção de pseudo-primeira ordem e de pseudo-segunda ordem, isotermas de Langmuir e Freundlich e os parâmetros termodinâmicos envolvidos nesse processo. O tempo de contato, assim como o pH inicial e a concentração inicial de Cu(II) e de Cr(III) apresentaram um papel importante, influenciando a velocidade de adsorção. A adsorção de Cu(II) e Cr(III) atingiu o equilíbrio após 480 minutos e o máximo de remoção de para esses íons metálicos foi de 85%. Os resultados obtidos revelaram que os processos de adsorção para ambos os íons seguem a cinética de pseudo-segunda ordem, apresentando coeficiente de correlação (R2) de 0,9766 para o Cu(II) e de 0,9768 para o Cr(III). Adicionalmente, os íons Cu(II) e Cr(III) adsorvem sobre o resíduo de mármore, de acordo com o modelo isotérmico proposto por Langmuir, uma vez que foram encontrados os coeficientes de correlação (R2) para Cu(II) e Cr(III) de 0,9938 e 0,9985, respectivamente. A capacidade máxima adsorvida de íons metálicos (mg) por grama de resíduo de mármore branco, Qmáx, foi de 168,91 para o Cu(II) e 136,79 para o Cr(III) e os valores obtidos por meio da termodinâmica indicam um processo de adsorção espontâneo. Sendo assim, o resíduo de mármore branco possui potencial para ser utilizado como material adsorvente de baixo custo para a remoção de Cu(II) e Cr(III) de solução aquosa.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10201
Aparece nas coleções:PPGAQ - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11834_Dissertação - Tiago Guimarães.pdf683.53 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.