Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10212
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorCoelho, Edumar Ramos Cabral-
dc.date.accessioned2018-08-24T22:53:01Z-
dc.date.available2018-08-24-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/10212-
dc.languageporeng
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleAvaliação da remoção do Herbicida 2,4 dicloro-fenoxiacético (2,4D) e do seu principal metábólito 24 Diclorofenol (2,4 DCP) no sistema convencional de tratamento de água associada á pré-oxidaçãopor
dc.typemasterThesiseng
dc.subject.udc628-
dc.subject.br-rjbnÁcido diclorofenoxiacéticopor
dc.subject.br-rjbnAbastecimento de águapor
dc.subject.br-rjbnÁgua - Purificação - Oxidaçãopor
dc.subject.br-rjbnCloropor
dc.subject.br-rjbnPermanganato de potássiopor
dcterms.abstractAtravés do uso de agrotóxicos tem sido possível aumentar a capacidade de se produzire colher maiores quantidades de alimentos em menor espaço e tempo. Por outro lado, a agricultura é o setor que causa maior impacto nos recursos hídricos, e a sua intensicação tem concorrido para a degradação da qualidade desses recursos. O ácido 2,4 diclorofenoxiacético (2,4-D) é um dos herbicidas mais aplicados em todo o mundo para controlar uma ampla variedade de ervas em diferentes culturas. E tem sido frequentemente detectado e quanticado em mananciais de superfície, que são geralmente utilizados como fonte de abastecimento público. No Brasil o controle de agrotóxicos em água de abastecimentoé regulamentado pela Portaria 518/2004 e o limite máximo permitido para o 2,4 D é de 30 g:L􀀀1. O processo mais utilizado para o tratamento de água é o tratamento convencional (coagulação, oculação, sedimentação, ltração e desinfecção). Portanto, este trabalho teve como objetivo avaliar a eciência do tratamento convencional de água, associado ou não à etapa de pré-oxidação, na remoção do herbicida ácido 2,4 Diclorofenoxiac ético e seu principal metabólito 2,4 Diclorofenol. Para a realização dessa pesquisa, foi usada água bruta coletada no Rio Santa Maria da Vitória - E.S. Foram realizados estudos preliminares para a determinação da dosagem do coagulante e do oxidante em relação ao tempo de contato para otimizar a remoção de cor. Os ensaios foram realizados para o hipoclorito de cálcio e o permanganato de potássio, também foram realizados ensaios em água destilada para avaliar a inuência na matéria orgânica na remoção dos herbicidas.por
dcterms.creatorCardoso, Márcia Cristina Martins Campos-
dcterms.formatTexteng
dcterms.issued2009-06-26-
dcterms.languagepor-
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Ambientalpor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqTratamento de Águas de Abastecimento e Residuáriaspor
dc.publisher.courseMestrado em Engenharia Ambientalpor
dc.contributor.refereeMendonça, Antônio Sérgio Ferreira-
dc.contributor.refereePaschoalato, Cristina Filomêna Pereira-
dc.contributor.advisor-coJamal, Claudia Masrouah-
Aparece nas coleções:PPGEA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_3433_dissertação.pdf1.17 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.