Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10229
Título: Caracterização gravimétrica dos resíduos do Grupo A de hospitais de Vitória ES
Autor(es): ADUAN, S. A.
Orientador: Braga
Coorientador: Zandonade, E
Palavras-chave: Resíduos sólidos
Resíduos de Serviço de Saúde
Data do documento: 31-Ago-2009
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ADUAN, S. A., Caracterização gravimétrica dos resíduos do Grupo A de hospitais de Vitória ES
Resumo: Os Resíduos de Serviço de Saúde (RSS) são gerados por todos os serviços relacionados com o atendimento humano e animal, sendo os mesmos importantes pelo risco potencial que representam como fonte de micro-organismos patogênicos e substâncias químicas perigosas. O manejo inapropriado dos RSS pode acarretar em danos ao meio ambiente e a saúde pública. Considerando que a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) n° 306, de 07 de dezembro de 2004 preconiza que os serviços de saúde são responsáveis por todos os resíduos por eles gerados e que o conhecimento da composição dos resíduos é o ponto de partida para se implantar um plano de gerenciamento desses resíduos, propõe-se, nesse estudo, caracterizar quantitativamente os RSS gerados pelos hospitais de Vitória-ES (RSSHV-ES). O objetivo principal desse trabalho foi determinar a composição gravimétrica e peso específico dos resíduos de serviço de saúde gerados em hospitais de Vitória, Espírito Santo, segundo classificação da RDC ANVISA n° 306/2004, visando fornecer subsídios para melhoria do seu gerenciamento. A metodologia consistiu em visitas técnicas e na utilização de um questionário procurando diagnosticar o gerenciamento atual de RSS de cada hospital, bem como, em estudos experimentais buscando-se a caracterização dos RSS. Nos resultados verificou-se que 64% em peso dos resíduos presentes nos sacos plásticos destinados ao acondicionamento de resíduos infectantes são componentes do Grupo D. Os resultados ainda apontam que não há diferença significativa estatisticamente entre as amostras. Portanto, conclui-se que predominantemente os resíduos que contribuem em maior quantidade na composição de RSSHV-ES são os semelhantes aos resíduos domiciliares, evidenciando falha na etapa de segregação dos RSS.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10229
Aparece nas coleções:PPGEA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_3702_Dissertação de mestrado Capa, Folha de rosto, Ficha catalografica, Folha de aprovação, Resumo, Li.pdf748.21 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.