Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10236
Título: Avaliação da biodegradabilidade aeróbia de resíduo de origem fecal
Autor(es): Tonani, Carolina Francisco
Orientador: Cassini, Sérvio Túlio Alves
Coorientador: Gonçalves, Ricardo Franci
Palavras-chave: Saneamento Ecológico
Material fecal
Isolados bacterianos
Data do documento: 20-Ago-2010
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Os sistemas de esgotamento sanitário precisam ser aprimorados, revistos e adaptados para atender a uma demanda crescente pelos serviços, cuja carência afeta a maioria da população mundial. Ressalta-se também os demais agravantes que contribuem com o problema, como a escassez de água potável, a falta de recursos financeiros e o aumento populacional. Recentemente, foi resgatada uma idéia milenar sobre o reaproveitamento das excretas para uso como fertilizantes no ambiente. À aplicação desse conceito dá-se o nome de Ecosan ou Saneamento Ecológico. Nesse sistema, os esgotos são segregados na fonte em águas azul, cinza, amarela, marrom e negra (mistura de fezes com urina), para receber tratamento de acordo com suas características e seu potencial de reaproveitamento. As águas marrons, ou material fecal quando isento de água, apresentam particularidades no gerenciamento por possuírem significativo número de microrganismos e por apresentarem problemas psico-sociais na aplicabilidade em larga escala. No entanto, o material fecal é rico em matéria orgânica e possui significativa quantidade de nutrientes, como N e P. O presente estudo teve por objetivo avaliar a biodegradabilidade aeróbia de resíduos de origem fecal. A biodegradabilidade foi avaliada por respirometria aeróbia, utilizando quatro Tratamentos (T 1, T 2, T 3 e T 4) com três bactérias (A, J, N) e um controle (C). Notou-se que a composição dos Tratamentos foi relevante nos resultados obtidos, entre os quais os Tratamentos T1 e T3 apresentaram os maiores valores em mg de CO2. O resultado com menor produção de CO2 em mg foi apresentado no uso de T 4. A inoculação bacteriana não foi representativa, uma vez que A, J e N apresentaram desempenho semelhante entre si, e ainda a bactéria N foi simultaneamente semelhante ao controle (C), não sendo possível identificar a bactéria mais eficiente.
The sanitary sewage systems must be improved, revised and adjusted to meet a growing demand for services, the lack of which affects the majority of the world. We also emphasize the other aggravating factors that contribute to the problem, as the scarcity of drinking water, lack of financial resources and increasing population. It was recently rescued an ancient idea about the reuse of excreta for use as fertilizer on the environment. In the application of this concept gives the name of Ecological Sanitation or Ecosan. In this system the sewers are separated at source in Bluewater, Greywater, Yellowwater, Blackwater and Brownwater (mixture of feces with urine), to receive treatment according to their characteristics and potential for reuse. The brownwater, or fecal material, when water-free, have individual on the management by having a significant number of microorganisms and meet psychosocial problems in large-scale applicability. However, the fecal material is rich in organic matter and has a significant amount of nutrients like N and P. This study aimed to evaluate the aerobic biodegradation of wastes of faecal origin. The biodegradability was assessed by aerobic respirometry, using four treatments (T 1, T 2, T 3 and T 4) with three bacteria (A, J, N) and a control (C). It was noted that the composition of the treatments was significant on the results, in which T1 and T3, showed the highest values in mg CO2. The result with lower CO2 production (mg) was T 4. The bacterial inoculation was not representative, since A, J and N had similar among themselves, and yet the bacteria N was similar to control (C), it is not possible to identify the bacteria more efficiently.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10236
Aparece nas coleções:PPGEA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_4358_Dissertação CarolinaTonani 2010 - of.pdf1.13 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.