Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10246
Título: Comparação dos potenciais de conservação de água com a prática do reúso de águas cinza e com a coleta segregada da urina humana em uma edificação residencial multifamiliar
Autor(es): Aguiar, Karolyna Costa
Orientador: Gonçalves, Ricardo Franci
Data do documento: 28-Fev-2011
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A crescente urbanização brasileira caracteriza‐se, especialmente nas últimas décadas, pelo crescimento descontrolado da população em conjunto com o desenvolvimento industrial, o que implica problemas de abastecimento e escassez de água. Diante disso, medidas de conservação de água estão sendo implantadas em edifícios residenciais. Uma dessas medidas é o reúso de águas cinza. O objetivo deste trabalho foi verificar o impacto do sistema de reúso de águas cinza implantado em um edifício residencial, na conservação de água potável e nas vazões de águas residuárias. Procedeu‐se, também, à avaliação do potencial de conservação de água e redução de águas residuárias nesse edifício, com a implantação de sistemas sanitários alternativos, como o gerenciamento seco e/ou segregado da urina humana. Os consumos de água, bem como a produção de águas residuárias, foram obtidos a partir do monitoramento dos medidores de água e de águas residuárias instalados na edificação. O monitoramento foi realizado por meio de leituras diárias, com início às 8h, de todos os medidores do edifício, além do levantamento de quatro perfis vinte e quatro horas. A fim de se verificar o potencial de conservação de água e redução de águas residuárias com o gerenciamento alternativo da urina humana e com o reúso de águas cinza na edificação, foram simulados 5 cenários. O cenário 1 corresponde ao edifício existente monitorado. O cenário 2 é o edifício convencional sem reúso de águas cinza. No cenário 3, o reúso de águas cinza é proposto para rega de jardim, limpeza de área pavimentada, além das descargas. No cenário 4a, propõe‐se o uso de bacias sanitárias segregadoras em substituição às bacias sanitárias existentes, sendo o cenário 4b a variação desse cenário, acrescentando‐se o reúso de águas cinza para descarga. No cenário 5a, propõe‐se o uso de mictório unissex seco nos banheiros, em conjunto com a bacia sanitária existente para defecar o cenário 5b acrescenta ao 5a o reúso de águas cinza para descarga. Verificou‐se que uma economia de água potável de 11% foi obtida com a utilização do reúso de águas cinza para descarga de bacias sanitárias, dados obtidos a partir de 180 dias de monitoramento. Com 10 dias de monitoramento, verificou‐se que a prática do reúso acarretou uma redução de 9,45% de esgoto doméstico. A substituição das bacias sanitárias existentes por bacias sanitárias segregadoras acarretaria uma redução de 8% no consumo de água e uma redução de águas residuárias em torno de 9%, sendo estocados 0,10 m3/d de urina. A introdução de mictórios unissex secos permitiria uma redução do consumo de água de 7% e uma redução de águas residuárias em torno de 8%, sendo estocados 0,06m3/d de urina. Dentro das opções inovadoras de conservação de água propostas nos cenários, a que apresentou maior potencial (16%) de redução do consumo de água potável e consequente redução de águas residuárias lançadas na rede pública de coleta de esgoto foi o reúso de águas cinza proposto no Cenário 3, o que demonstrou a importância do incremento da água de reúso em edifícios para conservação de água potável.
The increasing urbanization in Brazil has been characterized, especially in the past decades, by uncontrolled population growth and industrial development, which result in water supply and shortage problems. In face of this, water conservation measures have been implanted in residential buildings. One of these measures is greywater reuse. This study aims at verifying the impact of the greywater reuse system implanted in a residential building on drinking water conservation and wastewater flow. It also aimed at assessing the water conservation potential and wastewater reduction in this building with the implantation of alternative sanitation systems such as human urine management. Water consumption and wastewater production readings were obtained from water and wastewater meters installed in the building. This monitoring was carried out daily; starting at 8 a.m. by reading all the meters in the building, besides four 24‐hour usage profile readings. In order to verify the water conservation potential and wastewater reduction with human urine alternative management and greywater reuse, 5 scenarios were simulated for this building. The first Scenario represents the real building which was monitored, in which greywater is reused for toilet flushing. The second Scenario corresponds to the conventional building without greywater reuse. In the third Scenario the greywater reuse is proposed for watering gardens and washing paved areas, besides toilet flushing. In Scenario 4a the use of urine diversion toilets is proposed to replace the existing toilets. Scenario 4b is a variation of 4a, adding the grewater reuse for toilet flushing. In Scenario 5a the use of waterless unisex urinals combined with the existing toilet used just for feces is indicated. Scenario 5b adds greywater reuse for flushing to Scenario 5a. Results show that there was 11% of potable water savings by reusing greywater for toilet flushing — data obtained after 180‐day monitoring. After monitoring for 10 days, it was found that the reuse practice has led a wastewater reduction of 9.45%. Replacing the existing toilets with urine diversion toilets would result in an 8% reduction in water consumption, and a reduction of about 9% in wastewater, storing 0.10 m3/d of urine. The implantation of waterless unisex urinals would allow a water consumption reduction of 7%, and wastewater reduction of about 8%, storing 0.06m3/d of urine. Among the innovative water conservation options proposed in the 5 scenarios, the one with highest potential (16%) for reducing drinking water consumption, and consequently reducing wastewater discharge to public sewers, was the reuse of greywater proposed in Scenario 3, which showed the importance of increasing water reuse in residential buildings so as to decrease drinking water consumption.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10246
Aparece nas coleções:PPGEA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_4952_Dissertação Karolyna Aguiar.pdf13.37 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.