Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10257
Título: Metodologia de avaliação das práticas de gerenciamento ambiental dos resíduos de empresas de beneficiamento de rochas ornamentais.
Autor(es): Silva, Ahnaiá Zanotelli Dias da
Orientador: Braga, Florindo dos Santos
Palavras-chave: Beneficiamento de rochas ornamentais
gerenciamento de resíduos
Data do documento: 25-Ago-2011
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O Espírito Santo ocupa o primeiro lugar no Brasil quanto à extração e ao beneficiamento de rochas ornamentais. Paralelamente aos benefícios econômicos, o estado enfrenta problemas com a geração e a disposição final dos resíduos gerados. Dentre os resíduos gerados pelo beneficiamento de rochas ornamentais destacam se as lamas de desdobramento e polimento, os cacos, os casqueiros, as pastilhas de polimento, dentre outros; sendo a lama o resíduo gerado em maior quantidade. Para atender às exigências dos órgãos de controle ambiental, do mercado e da sociedade organizada, as empresas vêm se amoldando aos princípios da sustentabilidade ambiental aplicada ao gerenciamento de seus resíduos. A presente dissertação descreve uma coleta de dados bibliográficos, documentais e de campo que possibilitam o conhecimento das reais ações de gerenciamento realizadas pelas empresas. Desenvolve um método de avaliação do gerenciamento de resíduos nas empresas baseado em práticas sustentáveis de gerenciamento ambiental de referência selecionadas durante a pesquisa. O método foi aplicado a 14 serrarias e 10 marmorarias tendo um resultado de 50% das marmorarias e 57% das serrarias classificadas como sustentáveis, demonstrando que as empresas de beneficiamento de rochas ornamentais no Espírito Santo já buscam adaptar o gerenciamento de seus resíduos aos princípios da sustentabilidade ambiental. Porém, de um modo geral, o setor ainda está em processo de adaptação para esta realidade, necessitando assim que as práticas sustentáveis de gerenciamento ambiental dos resíduos sejam difundidas nas demais empresas do setor.
The state of Espírito Santo is the number one in Brazil regarding ornamental stones extraction and processing. This activity generates not only economic profit, but also a problem of residues generation and final disposal. Some residues generated from the processing of ornamental stones are: sludge, abrasive pad and pieces of marble and granite from the cut process; knowing that the sludge represents most part of it. According to the demands from environmental organizations, society, and also from the market, the companies are adapting their processes to the principles of the environmental sustainability applied to the residues management. The present work describes a collection of data (bibliography, documents and field data) that make possible to know the real management actions done by these companies. It also proposes a method to evaluate the residues management in the companies, based on sustainable practices from the references selected during this research. The results show that the companies have already some concerns about sustainable management of the residues (50% to 57% of them were considered as sustainable according to the applied method), although the companies of the state of Espirito Santo, in general, are still in an adaptation process to this reality. It is necessary that the good practices are adopted by all companies.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10257
Aparece nas coleções:PPGEA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_5211_Dissertao de mestrado Ahnai Silva2.pdf9.62 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.