Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10266
Título: Avaliação de nova metodologia para detecção de Microrganismos Redutores de Sulfato (MRS) aplicada à Indústria de Petróleo e Gás.
Autor(es): NEUMANN, B.
Orientador: AMORIM, A. K. B.
CASSINI, S. T. A.
Palavras-chave: Petróleo
Gás
Microrganismos redutores de sulfato
Corrosão
Data do documento: 2-Mar-2012
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: NEUMANN, B., Avaliação de nova metodologia para detecção de Microrganismos Redutores de Sulfato (MRS) aplicada à Indústria de Petróleo e Gás.
Resumo: Os Microrganismos Redutores de Sulfato (MRS) são um grupo diversificado de bactérias e árqueas com o crescimento heterotrófico e anaeróbio, reduzem sulfatos e produzem sulfeto de hidrogênio (H2S) que pode ser detectado através da presença de precipitados de cor no meio líquido. Muitos esforços estão sendo direcionados para o desenvolvimento de métodos rápidos e simplificados de enumeração de MRS que possibilitem um diagnóstico mais rápido da Corrosão Influenciada Microbiologicamente (CIM). O objetivo principal deste estudo foi avaliar uma nova metodologia de detecção e contagem de MRS em amostras do sistema de produção de petróleo e gás. O experimento foi planejado a partir da comparação da contagem microbiana entre o método tradicional (28 dias de incubação) e o método de microplacas (07 dias de incubação). O monitoramento do crescimento microbiano ocorreu durante 06 meses (maio 2011 a outubro de 2011) em oito pontos de amostragem que incluem à montante e jusante de dutos (gasoduto, aqueduto, oleoduto) e drenos de tanques de armazenamento de água produzida. Nesses pontos foi avaliada a qualidade da água por meio de variáveis físico-químicas (APHA, 2005) e o crescimento de MRS e BANHT pelos métodos microbiológicos citados em amostras de água produzida, óleo e resíduos depositados nos dutos. Os resultados das análises estatísticas referentes à enumeração de MRS e Bactérias Anaeróbias Heterotróficas Totais (BANHT) demonstraram uma vantagem significativa na redução do tempo de processamento da amostra utilizando o novo método proposto (7 dias) em comparação com o método tradicional (28 dias), permitindo a obtenção do diagnóstico mais rápido. Portanto, o emprego deste novo método de detecção na indústria de petróleo e gás contribuirá para a aplicação de medidas preventivas e/ou corretivas de forma mais imediata, consequentemente, o controle desses microrganismos possibilitará a economia de recursos ao evitar problemas de biocorrosão que resultam em poluição ambiental, perda de produção e podem afetar a saúde humana através da produção de H2S.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10266
Aparece nas coleções:PPGEA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_5734_Neumann_Dissertação20130527-132251.pdf2.59 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.