Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10270
Título: AVALIAÇÃO QUANTITATIVA DE VÍRUS ENTÉRICOS EM MEXILHÃO (Mytella guyanensis e Mytella charruana) E OSTRA (Crassostrea rhizophorae) EM ÁREA DE MANGUEZAL DA BAÍA DE VITÓRIA (ES) COM A UTILIZAÇÃO DA PCR EM TEMPO REAL
Autor(es): Souza, Karolina Fernandes Scarpati de
Orientador: Keller, Regina de Pinho
Palavras-chave: Manguezal
Moluscos Bivalves
Vírus Entéricos
Coliformes termotolerantes
Data do documento: 23-Abr-2012
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A região da Ilha das Caieiras, na cidade de Vitória (ES) está localizada no entorno do estuário da Baía de Vitória e próxima a uma extensa área de manguezal urbano. É habitada por uma população que diariamente extrai diversos frutos do mar dessa área para consumo próprio e comercialização. Estudos preliminares realizados recentemente na região já mostraram a contaminação da água e de moluscos bivalves por microrganismos patogênicos provenientes de contaminação fecal. O presente trabalho teve por objetivo ampliar o conhecimento da qualidade microbiológica dos bivalves (sururu de mangue: Mytella guyanensis, sururu de coroa: Mytella charruana e ostra: Crassostrea rhizophorae) procedentes de dois pontos do estuário desta área de manguezal, ao longo de 13 meses de monitoramento (Janeiro/2011 - Janeiro/2012). Foram avaliadas um total de 31 amostras para presença de coliformes termotolerantes (CT) e vírus entéricos (adenovírus AdV; rotavírus RV; e norovírus NoV GII), utilizando-se a nested-PCR e PCR quantitativa em tempo real (qPCR). Também foram avaliados parâmetros físico-químicos da água próxima ao ponto de coleta dos bivalves. Os resultados das análises microbiológicas do sururu de coroa (n=13), sururu de mangue (n=5) e ostra de mangue (n=13) demonstraram alta prevalência de CT, com médias geométricas de 1,47x105, 1,47x105 e 4,24x104 UFC/100g de tecido, respectivamente. Nas amostras de água a concentração de CT apresentou-se em conformidade com o padrão exigido para águas recreacionais. Vírus entéricos foram detectados pela nested e qPCR nos mesmos bivalves com frequências variando entre 31 54% para AdV, 54 70% para RV e 54 85% para NoV GII. A presença de AdV e RV esteve correlacionada positivamente à turbidez e aos sólidos dissolvidos totais (SDT). Nas amostras de água do estuário, os valores máximos quantificados foram 3,0x102, 3,2x104 e 1,6x101 CG/100 mL para AdV, RV e NoV, respectivamente. A elevada contaminação viral e bacteriológica das amostras indica que esta área continua sob impacto antropogênico resultante do despejo de esgoto sanitário na região, e que o consumo de diferentes espécies de bivalves procedentes do manguezal da Ilha das Caieiras apresenta um potencial risco de causar doenças gastrointestinais aos consumidores, especialmente se ingeridos crus.
Ilha das Caieiras is a region located at the estuary of Vitoria Bay (Vitoria ES, Brazil) surrounded by a large area of urban mangrove. Great part of the population is involved on shellfish harvesting as economic as well as a subsistence activity in this region. Previous studies have already demonstrated water as well as shellfish contamination by pathogenic microorganisms from fecal contamination. The objective of this work was to improve the knowledge of microbiological quality of mussels (Mytella guyanensis and Mytella charruana) and oysters (Crassostrea rhizophore) colleted from two points of the estuary mangrove area over 13 months of monitoring (January/2011 - January/2012). A total of 31 samples were evaluated for the presence of E. coli and enteric viruses (adenovirus - AdV; rotavirus - RV, and norovirus - NoV GII), using the nested-PCR and real-time quantitative PCR (qPCR). Physico-chemical parameters of the water near the point of collection of shellfish were also evaluated. The results of microbiological analyses of mussels: Mytella guyanensis (n=5), Mytella charruana (n=13) and oysters (n=13) showed a high prevalence of E. coli, with geometric mean of 1.47x105 , 1.47 x105 and 4.24 x x104 FCU /100g of tissue, respectively. In water samples the concentration of E coli was in accordance with the Brazilian Standard for Recreational Waters. Enteric viruses were detected by nested and qPCR at frequencies ranging from 31-54% for AdV, 54-70% for RV and 54-85% for NoV GII. Adenoviruses and rotaviruses were positively correlated with turbidity and total dissolved solids (TDS). In water samples the maximum values obtained were 3.0 x102 , 3.2 x104 and 1.6 X101 CG/100ml for AdV, NoV and RV, respectively. In conclusion, the high bacteriological and viral contamination of bivalves indicates that the region remains under anthropogenic impact, resulted of the discharge of sewage in the region, and that the consumption of different types of shellfish from Ilha das Caieiras presents a potential risk of gastrointestinal diseases to consumers, especially if ingested raw.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10270
Aparece nas coleções:PPGEA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_5985_.pdf3.24 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.