Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10340
Título: O processo de (re)construção de objetos de discurso em esquetes do coletivo criativo "Porta dos fundos"
Autor(es): Lima, Dean Guilherme Gonçalves
Orientador: Souza Júnior, Rivaldo Capistrano de
Data do documento: 12-Jun-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Este trabalho busca descrever e analisar, na perspectiva sócio-histórica de Bakhtin e de seu Círculo (1988, 2003, 2008) e de Marcuschi (2008), a organização e funcionalidade do gênero discursivo esquete, especialmente os elaborados pelo criativo humorístico “Porta dos Fundos”. Além disso, propõe-se a investigar, considerando a imbricação de elementos verbais e imagéticos presentes nesse gênero, como se efetiva o processo de construção e reconstrução de objetos de discurso, bem como averiguar o papel de processos referenciais para a produção do humor. Para isso, busca princípios teórico-metodológicos nos trabalhos de Mondada e Dubois (2003), Apothéloz e Reichler-Béguelin ([1995] 2003, 1999), Conte ([1996] 2003), Koch (2003, 2004, 2009), Cavalcante (2003, 2004, 2011, 2012, 2015), Lima (2009), Ciulla (2008), Costa (2007), Leite (2007a), Tavares (2003), Raskin (1985), Raskin e Attardo (1991), Lins (2015), Lins e Gonçalves (2013), Tafarello (2014), Travaglia (2015) e Possenti (1998, 2015). O corpus do trabalho é constituído por seis esquetes que abordam temas tabus como sexo, prostituição e homoafetividade. A escolha do tema justifica-se devido à relevância de trabalhos que busquem caracterizar o gênero esquete e à necessidade de investigação de processos referenciais em textos multissemióticos. O que pode ser observado, neste estudo, é a não exclusividade do elemento verbal na (re)elaboração dos objetos de discurso. Para a produção do humor, os signos linguísticos e imagéticos, atuam, sem que um se sobreponha ao outro, (re)laborando os referentes.
This work intends to describe and analyze, in the socio-historical perspectives of Bakhtin´s Circle (1988, 2003, 2008) and Marcuschi (20002, 2008), the organization and functionality of the discursive genre sketch, especially those elaborated by the humoristic creative “Porta dos Fundos” (Backdoor). Furthermore, it proposes to investigate, considering the integration of verbal and visual elements in this genre, how the processes of construction and reconstruction of objects of the discourse are carried out. In addition, it explores the role of the referential processes of humor production. In this regard, theoretical and methodological principles are drawn upon the works of Mondada and Dubois (2003), Cavalcante (2011, 2012, 2015), Cavalcante e Lima (2013), Lima (2009), Ciulla e Silva (2008), Costa (2007), Leite (2007), Tavares (2003), Raskin (1985), Raskin e Attardo (1991), Lins (2015), Lins e Gonçalves (2013), Tafarello (2014), Travaglia (2015) and Possenti (1998, 2015). The corpus consists of six sketches in which the main topic is a taboo, such as sex, prostitution and homoaffectivity. This choice is justified by the relevance of works that pursue the characterization of the genre “sketches” and the necessity of investigating the referential processes in multi-semiotic texts. The non-exclusivity of the verbal element in the (re)elaboration of objects of the discourse can be observed in this study. In order to produce humor, the linguistic and imagistic signs work together, without overlapping one another, (re)elaborating the referents.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10340
Aparece nas coleções:PPGEL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_11020_DISSERTAÇÃO - Discente DEAN GUILHERME GONÇALVES LIMA (1).pdf2.56 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.