Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10344
Título: A Transitividade em Evidência em Notícias Jornalísticas:um Olhar Funcionalista
Autor(es): OLIVEIRA, M. M. C. D.
Orientador: ROCHA, L. H. P.
Data do documento: 27-Set-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: OLIVEIRA, M. M. C. D., A Transitividade em Evidência em Notícias Jornalísticas:um Olhar Funcionalista
Resumo: RESUMO O estudo acerca da transitividade tem-se intensificado na atualidade, entretanto, entendimentos divergentes entre gramáticos e estudiosos da língua são constatados na literatura sobre o tema, o que evidencia a complexidade do assunto. Nesse sentido, este estudo caracteriza-se por uma contribuição ao aclaramento do fenômeno, frente às lacunas que existem em torno das abordagens relativas à transitividade verbal. A constatação desse fato verifica-se a partir do levantamento do tema em diversas gramáticas. Assim, busca-se explicar esse fenômeno sob a perspectiva funcionalista da linguagem. Dentre as correntes teóricas funcionalistas, a que norteia a presente pesquisa é a vertente norte-americana, tendo como base a proposta de Hopper e Thompson (1980), além da contribuição de Furtado da Cunha (1996), referente à aferição da transitividade nas orações passivas. Sendo a transitividade a transferência de uma ação de um agente para um paciente, entende-se que esse fenômeno se processa não apenas no verbo, mas perpassa toda a oração, condicionada a fatores sintático-semânticos e discursivo-pragmáticos. Assim, nesta pesquisa, demonstra-se que o grau de transitividade de uma oração está intimamente associado à forma como o discurso é estruturado pelo usuário da língua, refletindo os propósitos comunicativos do falante. Para tanto, faz-se uma abordagem qualitativa em textos jornalísticos, especificamente, notícias publicadas nos jornais A Gazeta e Notícia Agora, em que comparando o grau de transitividade entre os pares dos respectivos excertos das matérias, consideram-se as diferenças na estruturação/ construção da oração, a partir da intencionalidade de cada um dos jornais. Verifica-se, então, as possíveis variações do grau de transitividade manifesta no corpus em análise, a partir da aplicação dos parâmetros propostos pelos autores referenciados. Os resultados obtidos confirmam que uma mesma informação, estruturada oracionalmente de formas distintas pode resultar em diferentes graus de transitividade, refletindo a intencionalidade do falante. Palavras-Chave: Transitividade; Intencionalidade; Funcionalismo; Parâmetros de transitividade; Notícias jornalísticas.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10344
Aparece nas coleções:PPGEL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11321_Dissertação Marismélia COMPLETA 2.pdf2.78 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.