Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10401
Título: A ESCOLA COMO ESPAÇO DE FORMAÇÃO DOCENTE: EXPERIÊNCIAS DO PNEM NO ESPÍRITO SANTO
Autor(es): MARIANO, C. S.
Orientador: VENTORIM, S.
Palavras-chave: Formação continuada de professores
Ensino médio
Pnem
Espí
Data do documento: 22-Ago-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: MARIANO, C. S., A ESCOLA COMO ESPAÇO DE FORMAÇÃO DOCENTE: EXPERIÊNCIAS DO PNEM NO ESPÍRITO SANTO
Resumo: Esta pesquisa tem como objeto o Programa de Formação Continuada de Professores e Pedagogos do Ensino Médio do Estado do Espírito Santo, ação formativa que emerge no contexto de instituição do Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio (Pnem), trazendo os princípios das Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio (Dcnem, 2012), e nas próprias questões que surgem dessa etapa da educação básica, propondo uma formação que contemple uma abordagem integrada do currículo, distribuindo as disciplinas em áreas do conhecimento e estabelecendo eixos norteadores, na expectativa de promover uma formação humana integral para o jovem do ensino médio. Dessa forma, buscamos contribuir para os estudos sobre a formação continuada de professores que, embora sejam muitos e comuns nos programas de pós-graduação brasileiros, no Espírito Santo, por não serem frequentes formações que compilem características tais como a) a formação no tempo do trabalho docente, b) a escola como espaço de formação continuada e de pesquisa e, c) o professor como sujeito partícipe de sua própria formação e da de seus pares, faz-se singular. Nosso objetivo principal é verificar como os professores e pedagogos cursistas da Formação do Pnem, no dia-a-dia da escola, apropriaram-se de conceitos para (re)inventar o cotidiano escolar na perspectiva de Certeau, rompendo com a acomodação ao que lhes é imposta, transformando objetos e códigos e promovendo a (re)apropriação do lugar da escola pelos seus usos, transformando-o em espaço de formação. Nessa linha, a hipótese que buscamos confirmar é que os estudos do Pnem transformaram a prática discursiva em prática reflexiva, possibilitando sua materialização em práticas formativas e contribuindo, dessa forma, para a autonomia do coletivo da escola. Couberam-nos também os objetivos específicos de a) analisar os usos e as apropriações feitas pelos professores acerca da formação continuada do Pnem em sua profissionalização, considerando a escola um espaço de formação; b) identificar como a formação continuada do Pnem possibilitou aos professores serem sujeitos de sua própria formação e contribuírem para a formação de seus pares; c) registrar as implicações do Pnem na profissionalização dos professores do ensino médio da rede pública estadual do Espírito Santo; d) descrever a constituição, no Espírito Santo, pela via das políticas públicas, do Programa de Formação Continuada de Professores e Pedagogos do Ensino Médio e; e) mapear na experiência do Pnem, elementos que possam contribuir com a política estadual de formação de professores no Espírito Santo. Para discutir sobre a diversidade de contextos em que se traduziram a formação do Pnem e a complexidade dos modos de fazer docentes advindos desses contextos e traduções, utilizamos uma metodologia exploratória documental usando como fonte a base de dados da plataforma do SisMédio (MEC); os relatórios mensais produzidos pelos formadores regionais e; o questionário Survey, respondido pelos sujeitos participantes da formação (cursistas, orientadores de estudos e formadores regionais). Os resultados apontaram que professores e pedagogos cursistas do Pnem apropriaram-se, numa trajetória evolutiva, de saberes epistemológicos do campo do currículo da educação básica, em específico da etapa do ensino médio, para pensar a escola pelo viés do espaço da invenção das práticas, confirmando nossa hipótese inicial. Ademais, entre os resultados desta pesquisa, caracterizamos a formação do Pnem no Espírito Santo e identificamos elementos que emergem como possibilidades de problematizações do campo da política estadual de formação de professores do Espírito Santo nos usos e apropriações dos discursos dos autores de referência e no processo de análise dos dados coletados nos documentos das fontes supracitadas. Este estudo considera a necessidade de valorização da formação docente, especialmente por meio de políticas públicas, a fim de promover formação continuada aos professores no espaço que lhes é fundante: a escola.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10401
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_12542_A escola como espaço de formação docente - Experiências do PNEM no ES.pdf1.88 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.