Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10420
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorSILVA, G. V.
dc.date.accessioned2018-09-11T12:36:09Z-
dc.date.available2018-09-11
dc.date.available2018-09-11T12:36:09Z-
dc.identifier.citationANDRADE, J. B., Corpo, espaço e disciplina na Antiguidade Tardia: um estudo sobre o convivium com base na Saturnalia de Macróbio e na cultura materialpor
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/10420-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleCorpo, espaço e disciplina na Antiguidade Tardia: um estudo sobre o convivium com base na Saturnalia de Macróbio e na cultura materialpor
dc.typemasterThesisen
dc.contributor.memberSILVA, E. C. M.
dc.contributor.memberLIMA NETO, B. M.
dc.contributor.memberVENTURINI, R. L. B.
dcterms.abstractO objetivo desta dissertação consiste em identificar as regras e os códigos de conduta presentes no banquete aristocrático dos séculos IV e V na região da Itália. Compreendemos o convivium como um importante rito social durante a Antiguidade Tardia, utilizado como um instrumento de reafirmação e definição de hierarquias, relações de poder e identidades. Tais regras de conduta, que eram incutidas por meio da formação da paideia, regulavam o corpo do conviva, moldando-o de acordo com a conduta esperada pelos demais participantes. Conforme o conviva respeitava ou não essas regras, sua identidade poderia ser associada a um homem virtuoso e civilizado ou a um intemperante, sem polidez e sem civilidade. Para a realização dessa pesquisa, utilizamos a obra Saturnalia, do escritor e filósofo Macróbio, a fim de identificar as normas presentes no momento do banquete e a representação que o autor realizou dos convivas descritos na obra. Também analisamos quatro fontes iconográficas oriundas dos séculos IV e V, dentre elas mosaicos, pinturas, ilustrações e bandejas de prata ilustrando o convivium romano, a fim de compreender de que modo a identidade dos comensais era construída a partir de sua representação no banquete. Além disso, com o objetivo de entender como o espaço físico da festa interferia na regulação do corpo do comensal, com suas hierarquias e normas, examinamos a planta da Villa del Casale, localizada na região da Piazza Armerina, na Sicília. Em relação aos conceitos, utilizamos os de representação, de corpo, de sociabilidade; de espaço; de festa; de disciplina; e de identidade. Em relação à metodologia adotada, aplicamos o método da Análise de Conteúdo, de Laurence Bardin, na leitura do documento.por
dcterms.creatorANDRADE, J. B.
dcterms.formatapplication/pdfpor
dcterms.issued2018-09-14
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Históriapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Históriapor
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_9713_Dissertação - Jenny Barros Andrade.pdf2.26 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.