Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10422
Título: O uso de anglicismos no português brasileiro na era digital : políticas e práticas linguísticas
Autor(es): Oliveira, Uéliton José de
Orientador: Vidon, Luciano Novaes
Data do documento: 3-Ago-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Os chamados estrangeirismos, isto é, os processos que introduzem palavras vindas de outros idiomas na língua portuguesa, já foram temas de acirrados debates entre políticos, linguistas e/ou acadêmicos em várias partes do território brasileiro. Para ser mais exato, a língua do outro incomodou a política já no período conhecido como Brasil Colônia. Nesta dissertação procuramos investigar como os anglicismos (termos especificamente da língua inglesa) têm se incorporado na língua portuguesa do Brasil no atual contexto denominado “era digital” por meio dos memes e, como as mudanças sociais e produtivas ocorridas desde a década de 1990 têm dialogado com essa realidade. Para compreender o uso dos anglicismos na língua portuguesa do Brasil na era digital recorremos à história a fim de demostrar que a língua portuguesa sempre foi amalgamada pelas línguas dos mais diversos povos com que os portugueses e brasileiros tiveram contato. Valemo-nos também dos trabalhos do sociólogo Zygmunt Bauman e seu conceito de liquidez no mundo moderno e, dos trabalhos do chamado Círculo de Bakhtin que, com o conceito de dialogismo, nos auxiliou a interpretar e distinguir os processos de interação verbal no decorrer da história. Os resultados dessa pesquisa nos auxiliam a conceber o hibridismo como um processo que aconteceu, acontece e sempre acontecerá, pois, os diferentes povos com suas línguas nunca estarão isolados completamente uns dos outros. Outro resultado importante é entender que as mudanças nas relações de produção alteram a consciência linguística dos indivíduos. E, por fim, este trabalho contribui para a compreensão de que os usos da língua e da linguagem não podem ser regulados e decididos pelos poderes oficiais de uma nação e, que, sim, o fenômeno linguístico merece e deve ser debatido pelas mais diversas esferas da sociedade.
The so-called foreignisms, that is, the processes that introduce words from other languages into the Portuguese language, have already been the subject of heated debates among politicians, linguists and / or academics in various parts of Brazil. To be more exact, the language of the other bothered politics already in the period known as Brazil Colony. In this dissertation we seek to investigate how anglicisms (terms specifically of the English language) have been incorporated in the Portuguese language of Brazil in the current context called "digital era" through the memes and, how the social and productive changes that have occurred since the 90s have dialogued with this reality. In order to understand the use of Anglicisms in the Portuguese language of Brazil in the digital era we turn to history in order to demonstrate that the Portuguese language has always been amalgamated by the languages of the most diverse peoples with whom the Portuguese and Brazilians came into contact. We are also interested in the works of the sociologist Zygmunt Bauman and his concept of liquidity in the modern world, and the work of the so-called Bakhtin Circle which, with the concept of dialogism, helped us to interpret and distinguish the processes of verbal interaction in the course of history . The results of this research help us to conceive hybridism as a process that has happened, happens and will always happen, because different peoples with their languages will never be totally isolated from each other. Another important result is to understand that changes in the relations of production alter the linguistic consciousness of individuals. And, finally, this work can contribute to the understanding that the uses of language and language can not be regulated and decided by the official powers of a nation and that, yes, the linguistic phenomenon deserves and must be debated by the most diverse spheres of society.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10422
Aparece nas coleções:PPGEL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_12318_Versão Final - UÉLITON JOSÉ DE OLIVEIRA-COMP.pdf6.34 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.