Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10472
Título: Respostas Fisiológicas e Anatômicas de Billbergia Zebrina Lindl. (bromeliaceae) em Função de Fontes e Concentrações de Carboidratos Durante o Cultivo In Vitro Convencional
Autor(es): SANTOS, Elizangela Rodrigues.
Orientador: FALQUETO, Antelmo Ralph
Coorientador: MARTINS, João P. R. Martins
Data do documento: 30-Jul-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: SANTOS, Elizangela Rodrigues. Respostas Fisiológicas e Anatômicas de Billbergia Zebrina Lindl. (bromeliaceae) em Função de Fontes e Concentrações de Carboidratos Durante o Cultivo In Vitro Convencional. 2018. Dissertação ( Mestrado em Biologia Vegetal). - Universidade Federal do Espírito Santo, Programa de Pós-Graduação em Biologia Vegetal do Centro de Ciências Humanas e Naturais, 2018.
Resumo: Quando propagados in vitro, os explantes recebem todos os nutrientes necessários para o seu crescimento, incluindo a fonte de carboidrato através do meio de cultura. No entanto, não é bem entendido como a fonte e a concentração de carboidrato podem afetar a funcionalidade do aparelho fotossintético (principalmente do fotossistema-FSII) dessas plantas. O objetivo deste estudo foi avaliar as respostas fisiológicas e anatômicas de Billbergia zebrina (Herbert) Lindley (Bromeliaceae) em função de fontes e concentrações de carboidratos durante o cultivo in vitro. Brotos laterais de plantas previamente estabelecidas e multiplicadas in vitro foram individualizados e transferidos para frascos de 268 mL com 50 mL de meio MS contendo frutose, glicose e sacarose em quatro concentrações (0, 15, 30 e 45 g L-1). Após 55 dias de cultivo, foi avaliada a fluorescência transiente da clorofila a, a análise anatômica da folha e a análise de crescimento. As condições in vitro influenciaram o desempenho fotossintético e anatômico de plantas de Billbergia zebrina. O intervalo de concentração entre 15 e 30 g L-1 de sacarose não acarretou grandes mudanças no desempenho do aparato fotossintético e na anatomia das plantas, mostrando-se mais eficiente. A concentração e o tipo de carboidrato empregado durante o cultivo in vitro não diminui o desempenho do aparato fotossintético. Quando cultivadas nas concentrações de 15 e 30 g L-1 independente do carboidrato utilizado as plantas apresentaram maior densidade estomática. A suplementação do meio de cultura com monossacarídeos provocou alterações no desenvolvimento dos vasos do xilema, como o aumento no número e no diâmetro dos vasos, permitindo a adequação às condições microambientais. O incremento da massa fresca foi verificado em função do aumento da concentração de carboidratos adicionados no meio, seguida de decréscimo quando cultivadas com 45 g L-1 (glicose e sacarose).
When propagated in vitro, the explants receive all the nutrients necessary for their growth, including the carbohydrate source through the culture medium. However, it is not well understood how the carbohydrate source and concentration may affect the functionality of the photosynthetic apparatus (mainly photosystem-PSII) of these plants. The objective of this study was to evaluate the physiological and anatomical responses of Billbergia zebrina (Herbert) Lindley (Bromeliaceae) as a function of sources and concentrations of carbohydrates during in vitro culture. Lateral shoots of preestablished and in vitro multiplied plants were individualized and transferred to 268 ml flasks with 50 ml of MS medium containing fructose, glucose and sucrose in four concentrations (0, 15, 30 and 45 g L-1 ). After 55 days of cultivation, transient chlorophyll a fluorescence, anatomical leaf analysis and growth analysis were evaluated. The in vitro conditions influenced the photosynthetic and anatomical performance of plants of Billbergia zebrina. The concentration range between 15 and 30 g L-1 of sucrose did not cause major changes in the performance of the photosynthetic apparatus and in the anatomy of the plants, proving to be more efficient. The concentration and type of carbohydrate used during in vitro culture does not diminish the performance of the photosynthetic apparatus. When grown at concentrations of 15 and 30 g L-1 independent of the carbohydrate used, the plants presented higher stomatal density. Supplementation of the culture medium with monosaccharides caused alterations in the development of xylem vessels, such as the increase in number and vessel diameter, allowing adaptation to microenvironmental conditions. The increase of the fresh mass was verified as a result of the increase of the carbohydrate concentration added in the medium, followed by a decrease when grown with 45 g L-1 (glucose and sucrose).
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10472
Aparece nas coleções:PPGBV - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_12331_DISSERTAÇÃO versão final-ELIZANGELA RODRIGUES.pdf2.22 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.