Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10548
Título: Estudo teórico de heteroestruturas baseadas em materiais bidimensionais
Autor(es): SOUZA, E. S.
Orientador: W. L. Scopel
Palavras-chave: Materiais nanoestruturados
Magnetismo
Campos elétricos
Data do documento: 26-Out-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: SOUZA, E. S., Estudo teórico de heteroestruturas baseadas em materiais bidimensionais
Resumo: Esta tese apresenta uma investigação teórica de duas heteroestruturas baseadas em materiais bidimensionais: (i) bicamada de grafeno funcionalizada com átomos de cobalto substitucionais (Co/GBL) sobre a superfície Cu(111) [Co/GBL/Cu(111)] e (ii) uma heteroestrutura lateral planar grafeno-MoSe2. As propriedades destes sistemas foram estudadas por meio de simulações de espectroscopia de absorção de raios X na região próxima à borda (XANES) e/ou métodos de estrutura eletrônica com base na Teoria do Funcional da Densidade (DFT). Nossos resultados indicam um fenômeno de comutação magnética no sistema Co/GBL/Cu(111), ou seja, a possibilidade de ligar e desligar a magnetização da Co/GBL em superfície Cu(111). Este fenômeno tem como base o controle da transferência de carga Co/GBL ↔ Cu(111) por meio de um campo elétrico externo; o que controla a ocupação eletrônica de orbitais Co-3dz2 e C-2pz próximo ao nível de Fermi e, como consequência, as propriedades magnéticas da bicamada de grafeno dopada com cobalto. No sistema grafeno-MoSe2, com base em critérios de estabilidade energética para diferentes modelos estruturais, encontramos que as bordas Klein e zigue-zague do grafeno podem servir como sítio de nucleação para formação de interfaces grafeno-MoSe2 energeticamente estáveis, onde diferentes morfologias estruturais são possíveis. Para as geometrias de interface mais prováveis foram realizadas caracterizações adicionais das propriedades eletrônicas e estruturais, por meio de simulações de espectroscopia de XANES na borda K do carbono. A análise dos espectros de absorção indicou a viabilidade de identificação de diferentes geometrias de interface no sistema híbrido grafeno-MoSe2 a partir de medidas de XANES. Os resultados também revelaram que as propriedades eletrônicas e magnéticas locais dependem da estrutura atômica da interface. Em particular, encontramos a característica de meia-metalicidade (condução em um único canal de spin) em determinadas geometrias de interface, o que tem grande potencial para aplicações em spintrônica.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10548
Aparece nas coleções:PPGFIS - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_12749_Tese final Everson dos Santos Souza - PPGFis.pdf29.43 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.