Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10552
Título: Associação de óleos essenciais e vírus entomopatogênico no manejo de Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae)
Autor(es): Zorzal,Alexandra Aparecida
Orientador: Santos Junior, Hugo José Gonçalves dos
Coorientador: Dalvi, Leandro Pin,
Zago, Hugo Bolsoni,
Data do documento: 27-Jul-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ZORZAL, Alexandra Aparecida. Associação de óleos essenciais e vírus entomopatogênico no manejo de Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae). 2018. 63 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal, Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, 2018.
Resumo: A lagarta-do-cartucho, Spodoptera frugiperda (J. E. Smith, 1797) (Lepidoptera: Noctuidae) é considerada a principal praga do milho no Brasil. É um inseto polífago, com grande capacidade de infestar diferentes culturas de importância econômica. Seu manejo é realizado usualmente por meio de métodos químicos que podem causar problemas ambientais e favorecer o surgimento de populações de insetos resistentes aos inseticidas químicos sintéticos. Dessa forma, encontrar um método adequado para o manejo dessa praga torna-se necessário. Assim, o objetivo geral desse estudo foi avaliar a toxicidade dos óleos essenciais e o efeito associativo destes com Spodoptera frugiperda multiple nucleopolyhedrovirus (SfMNPV). Os ensaios experimentais foram realizados no Laboratório de Controle Microbiano de Insetos, Setor de Entomologia do NUDEMAFI, localizado no Centro de Ciências Agrárias e Engenharias da Universidade Federal do Espírito Santo (CCAE/UFES). O estudo foi dividido em duas etapas, a primeira teve como objetivo, avaliar o efeito ovicida e a toxicidade de óleos essenciais às lagartas de S. frugiperda e a segunda etapa foi avaliar o efeito associativo do óleo de neem com o vírus entomopatogênico Spodoptera frugiperda multiple nucleopolyhedrovirus (SfMNPV). Na primeira etapa, realizou-se o método de imersão para avaliar a atividade ovicida e a pulverização para avaliar a toxicidade dos óleos sobre os três primeiros ínstares larvais de S. frugiperda. Com base nos resultados comprovou-se que todos os óleos apresentam atividade ovicida superior a 47%, destacando-se os óleos de citronela, melaleuca, palmarosa que afetaram a eclosão de todos os ovos. Com relação à atividade inseticida as larvas de S. frugiperda, as taxas de mortalidade variaram entre 2 a 94%. Além disso, verifica-se que houve uma diminuição da atividade inseticida com o desenvolvimento larval, exceto quando analisamos os índices de mortalidade do óleo de cravo no 2 e 3º ínstar de S. frugiperda. Baseando-se nos resultados e também pelo interesse de controlar essa espécie de inseto praga antes da eclosão ou no primeiro ínstar larval, foram estimadas as concentrações letais do óleo de viiineem e copaíba, isso para subsidiar o estudo de associação com o SfMNPV. Portanto, com base nas estimativas da CL50 e CL95 do óleo de neem avaliou-se a associação com o isolado de SfMNPV na segunda etapa dessa pesquisa. Para isso, o efeito associativo entre o óleo de neem e o isolado de SfMNPV foi avaliado no 1º ínstar larval de S. frugiperda utilizando as respectivas CL50 e CL95 do óleo vegetal e vírus entomopatogênico. Dessa forma, determinou-se que a associação do SfMNPV com o óleo de neem afetou a multiplicação do vírus no seu hospedeiro natural, S. frugiperda, reduzindo consequentemente o número de poliedros virais por lagarta inoculada. Contudo, apesar de não ter ocorrido uma interação sinérgica, acredita-se que, é uma opção que pode ser avaliada em condições de campo, isso em virtude dos benefícios que o óleo vegetal promove aos poliedros virais no ambiente em relação à proteção contra a radiação ultravioleta.
The fall armyworm Spodoptera frugiperda (J. E. Smith, 1797) (Lepidoptera: Noctuidae), considered the main pest of maize in Brazil. It is a polyphagous insect, with great capacity to infest different cultures of economic importance. Their management is usually carried out by chemical methods that can cause environmental problems and favor the emergence of insect populations resistant to synthetic chemical insecticides. Thus, finding a suitable method for the management of this pest becomes necessary. Thus, the general objective of this study was to evaluate the toxicity of the essential oils and the associative effect of these with Spodoptera frugiperda multiple nucleopolyhedrovirus (SfMNPV). The experimental tests were performed at the Laboratory of Microbial Control of Insects, Entomology Sector of NUDEMAFI, located at the Center of Agrarian Sciences and Engineering of the Federal University of Espírito Santo (CCAE/UFES).The study was divided into two stages, the first one had as objective to evaluate the ovicidal effect and the toxicity of essential oils the S. frugiperda caterpillars and the second step was to evaluate the associative effect of neem essential oil with the entomopathogenic virus Spodoptera frugiperda multiple nucleopolyhedrovirus (SfMNPV). In the first step, the immersion method was performed to evaluate ovicidal activity and spraying to evaluate the toxicity of the oils on the first three larval instars of S. frugiperda. Based on the results, it was verified that all the oils present ovicidal activity uperior to 47%, especially the oils of citronella, melaleuca, palmarosa and clove that affected the hatching of all the eggs. Regarding the insecticidal activity of S. frugiperda larvae, mortality rates ranged from 2 to 94%. In addition, there was a decrease in insecticidal activity with larval development, except when we analyzed the mortality rates of clove oil in the 2 and 3rd ínstar of S. frugiperda. Based on the results and also for the interest of controlling this species of insect plague before hatching or in the first larval instar, the lethal concentrations of the neem and copaíba oils were estimated, to support the study of association with the SfMNPV. Therefore, based on the LC50 and LC95 estimates of neem oil, the association with the SfMNPV isolate was evaluated in x the second stage of this study. For this, the associative effect between the neem oil and the SfMNPV isolate was evaluated in the 1st larval instar of S. frugiperda using the respective LC50 and LC95 of the vegetable oil and entomopathogenic virus. Thus, it was determined that the association of SfMNPV with neem oil affected the multiplication of the virus in its natural host, S. frugiperda, consequently reducing the number of viral polyhedra per inoculated caterpillar. However, although a synergistic interaction has not taken place, it is believed that it is an option that can be evaluated under field conditions, this is due to the benefits that vegetable oil promotes to viral polyhedra in the environment in relation to protection against ultraviolet radiation.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10552
Aparece nas coleções:PPGPV - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11655_Alexandra Aparecida Zorzal20181001-72739.pdf1.5 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.