Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10595
Título: Efeito tipo-anticompulsivo agudo da Ketamina: envolvimento do córtex orbitofrontal e dos receptores AMPA
Autor(es): TOSTA, C. L.
Orientador: BEIJAMINI, V.
Data do documento: 24-Ago-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: TOSTA, C. L., Efeito tipo-anticompulsivo agudo da Ketamina: envolvimento do córtex orbitofrontal e dos receptores AMPA
Resumo: Estudos prévios clínicos e pré-clínicos sugerem o envolvimento do córtex orbitofrontal (COF) e da neurotransmissão glutamatérgica no transtorno obsessivo-compulsivo (TOC). A ketamina, um antagonista não competitivo dos receptores glutamatérgicos NMDA, demonstrou um efeito antidepressivo rápido e persistente. O efeito antidepressivo da ketamina parece ser mediado não apenas pelo bloqueio direto dos receptores NMDA, mas também pela ativação de receptores glutamatérgicos AMPA, aumento dos níveis extracelulares de serotonina (5-HT) ligado à ativação dos receptores 5-HT1A e redução da síntese de óxido nítrico (NO) associada à inibição da enzima óxido nítrico sintase (NOS). A ketamina também parece ter rápidos efeitos antiobsessivo e anticompulsivo em estudos pré-clínicos e clínicos. No entanto, não há estudos publicados até o momento que investiguem os mecanismos responsáveis por esse efeito da ketamina. Portanto, avaliamos se o efeito tipo-anticompulsivo da S-ketamina em camundongos expostos ao teste de enterrar esferas (TEE) envolve o COF e depende da ativação dos receptores AMPA, facilitação da neurotransmissão serotoninérgica e inibição da via nitrérgica. Os resultados mostraram que a administração sistêmica (10 mg/kg) e intra-COF (10 nmol/0,1 μl/lado) de S-ketamina reduziu o comportamento de enterrar esferas sem afetar a atividade locomotora espontânea em camundongos, sugerindo um efeito agudo tipo-anticompulsivo. Além disso, o pré-tratamento com NBQX (3 mg/kg; antagonista do receptor AMPA) bloqueou o efeito tipo-anticompulsivo da S-ketamina. No entanto, o pré-tratamento com p-CPA (150 mg/kg/dia; inibidor da síntese de 5-HT), WAY100635 (3 mg/kg; antagonista do receptor 5-HT1A) ou L-arginina (500 mg/kg; precursor do NO) não bloqueou o efeito da S-ketamina no TEE. Além disso, a associação de doses subefetivas de L-NAME (10 mg/kg; inibidor da NOS) e S-ketamina (3 mg/kg), que não induziram nenhum efeito quando administradas isoladamente, promoveu um efeito tipo-anticompulsivo. Em conclusão, o efeito tipo-anticompulsivo da S-ketamina parece ser o resultado de sua ação no COF, depende da ativação dos receptores AMPA e também parece envolver a via nitrérgica. Palavras-chave: transtorno obsessivo-compulsivo; ketamina; córtex orbitofrontal; receptor AMPA; óxido nítrico; teste de enterrar esferas.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10595
Aparece nas coleções:PPGCFAR – Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_12482_Dissertação Final - Cristina Luz Tosta.pdf
  Restricted Access
2.3 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.