Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10623
Título: Interfaces da educação especial e ensino superior : processos constitutivos de acesso e permanência no Brasil e no México
Autor(es): Souza, Caroline de Andrade
Orientador: Alves, Edson Pantaleão
Palavras-chave: Educação Especial
Ensino superior
Pessoas com deficiência
Data do documento: 6-Ago-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Este trabalho apresenta resultados de investigação realizada sobre processo de inclusão de pessoas com deficiência em instituição de ensino superior, mais especificamente no campus da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) localizada em Vitória-ES, no Brasil, e na Universidade Veracruzana (UV), localizada em Xalapa, no México. A pesquisa é ancorada no estudo comparado, que permitiu investigar duas realidades, considerando suas singularidades, o que propiciou maior compreensão sobre a complexidade desse campo de investigação. A pesquisa teve por proposição analisar as possibilidades de acesso e permanência do estudante público-alvo da Educação Especial no ensino superior. Metodologicamente se procedeu ao trabalho com documentos oficiais que expressam a política de acesso e de permanência desses estudantes nas duas universidades, houve sistematização de dados relativos ao número de estudantes, por tipologia de deficiência, matriculados nos cursos de graduação presenciais ofertados pelas universidades. Por meio de entrevistas, recorreu-se às figurações que possibilitam o acesso e permanência desse público no contexto dos dois espaços investigados, mediante os discursos dos profissionais que atuam em diferentes setores dessas instituições de ensino superior (IES), bem como os discursos dos alunos. O trabalho teve como orientação teórica para as análises a Sociologia Figuracional elaborada por Norbert Elias. Com suporte nas contribuições deste autor, foi pertinente trabalhar com os conceitos de processo social, figuração e interdependência. Esses conceitos provocaram a pensar como o processo de inclusão de pessoas com deficiência vem se configurando ao longo da história. Os resultados da investigação apontaram os diálogos que se estabelecem entre as figurações das universidades para a permanência de estudantes com deficiência/ discapacidad. As construções e articulações das ações às políticas específicas para o acesso e permanência de pessoas com deficiência acrescentam a esse processo social, bem como as ações limitadas por falta ou escassez de orçamento público. Ficou evidente que a presença do público-alvo da Educação Especial tem tencionado mudanças e as duas universidades buscam caminhos para a inclusão de todos, que os diálogos devem ser estabelecidos entre os departamentos, colegiados ou setores dos campi que poderiam colaborar para mudanças atitudinais, estruturais. Evidenciou-se também as preocupações dos indivíduos envolvidos nesses processos e que há muito ainda que fazer e esse é um processo ainda em construção.
This paper presents results from investigation performed on the process of handicapped people’s inclusion in upper education institutions, more precisely, in UFES (Federal University of Espirito Santo State, located in Vitória- ES, Brazil and in UV (Veracruzana University) in Xalapa, Mexico. This research is based on the compared study which has allowed the investigation of two realities, considering two singularities, this way providing a greater comprehension on the complexity of this field of investigation. This study had as a purpose to analyze the possibility of access and permanence of target student from special education in upper education. Methodologically, this work was supported by official documents which express the policy of access and permanence of these students in the two universities. There was systematization of data relating to the number of students, according to the type of disability, enrolled in on-site graduation courses provided by the universities. Through these interviews, one has appealed to figurations that make it possible the access and permanence of this public into the context of these two places, by the aid of the discourse of professionals who work in different departments of these institutions as well as the discourse of the students. The work had The Figurational Sociology by Norbert Elias as theoretical guide. Having as support the contributions of this author, it was pertinent to work with the social process, figuration and interdependence concepts. These concepts stimulated thoughts on how the process of handicapped people’s inclusion has been arranged over the history. The results of the research pointed out the dialogues that are established between the figures of the university for the permanence of students targeted to special education. The constructions and articulations of the actions to the specific policies for the access and permanence of people with disabilities add to this social process, as well as actions limited by lack or scarcity of public budget. It was clear that the presence of the target audience of Special Education has been aimed at changes and the two universities are looking for ways to include all, that dialogues should be established between departments, collegiate or sectors of campuses that could collaborate for attitudinal, structural changes. The concerns of the individuals involved in these processes have also been highlighted and much remains to be done and this is still under construction.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10623
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_12651_Caroline - dissertação - rev. port. e normas - Word para PDF (1).pdf2.19 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.