Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10638
Título: ANÁLISE DAS AÇÕES SOCIOAMBIENTAIS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO (UFES) CAMPUS DE ALEGRE, SOB A PERSPECTIVA DA AGENDA AMBIENTAL NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (A3P)
Autor(es): BARBOSA, K. L.
Orientador: ANDRADE, L. N.
Data do documento: 19-Nov-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: BARBOSA, K. L., ANÁLISE DAS AÇÕES SOCIOAMBIENTAIS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO (UFES) CAMPUS DE ALEGRE, SOB A PERSPECTIVA DA AGENDA AMBIENTAL NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (A3P)
Resumo: As Instituições de Ensino Superior (IES) devem promover a sustentabilidade por meio de suas atividades de ensino, pesquisa e extensão, e adotar práticas sustentáveis em suas atividades gerenciais e operacionais. A Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P) é um programa do governo federal que visa incorporar e orientar práticas sustentáveis nas atividades dessas instituições. Nesse contexto, o presente trabalho teve como objetivo analisar as ações socioambientais na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) campus de Alegre, sob a perspectiva da A3P. Para tal, foram identificados aspectos positivos, carências e necessidades, e estabelecido o nível de sustentabilidade de suas operações. O levantamento destes dados ocorreu por meio de questionário, aplicado junto aos gestores, elaborados a partir de um modelo de diagnóstico de Sistema de Gestão Ambiental (SGA), baseado na ISO 14001 e adaptado aos eixos da A3P. Além disso, foram identificados os projetos de extensão e as disciplinas que abordam a sustentabilidade e que poderiam contribuir com as ações da instituição. Os resultados obtidos evidenciam fragilidade com relação à definição da política ambiental e o estabelecimento de objetivos e metas ambientais que direcionem as ações no campus. Com relação ao eixo compras públicas sustentáveis foi verificado um bom desempenho, já as ações orientadas pelos demais eixos da A3P, embora existam, em sua maioria são atendidas de modo insuficiente, não apresentando de um modo geral, sistemática ou padronização de suas rotinas. Com isso, o campus foi classificado no nível 3 de sustentabilidade, necessitando de ajustes à implantação da A3P. Além disso, verificou-se que a metodologia utilizada é uma forma ágil e abrangente, constituindo-se um primeiro passo para se tomar ciência e repensar à sustentabilidade institucional. Finalmente, a análise realizada a partir da visão dos gestores possibilitou a identificação das ações que necessitam de intervenção e ainda, daquelas que podem contribuir para o fortalecimento do compromisso socioambiental da UFES campus de Alegre. Palavras-Chave: Desenvolvimento sustentável. Sistema de Gestão Ambiental. Instituições de Ensino Superior.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10638
Aparece nas coleções:PPGGP - Dissertações de mestrado profissional

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_12806_Versão final- Kézya Lourenço.pdf2.31 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.