Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10655
Título: Histórias de amor sob a perspectiva da moralidade: Um estudo comparativo entre mulheres casadas de duas gerações
Autor(es): MORAES, T. M.
Orientador: Antonio Carlos Ortega
Coorientador: Heloisa Moulin de Alencar
Palavras-chave: Moralidade
Virtudes
Amor
Relacionamento amoroso
Mulheres
Data do documento: 23-Abr-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: MORAES, T. M., Histórias de amor sob a perspectiva da moralidade: Um estudo comparativo entre mulheres casadas de duas gerações
Resumo: Resumo Os relacionamentos amorosos são influenciados pelo contexto social em que serão desenvolvidos (Del Priore, 2012; Ferry, 2013), e o referido contexto do momento atual, pode ser considerado pouco favorável ao estabelecimento de relações respeitosas (La Taille, 2009) necessárias a autonomia moral (Piaget, 1932/1994), e propenso para relações frágeis e instáveis (Bauman, 2004). Assim, o presente estudo teve por objetivo realizar uma comparação, sob a perspectiva da moralidade, dos discursos de mulheres casadas de duas gerações acerca da escolha do parceiro no início do relacionamento e da decisão para o casamento. Para atingirmos este objetivo analisamos entrevistas feitas a 30 mulheres casadas com idade entre 20 e 30 anos,que foram realizadas em períodos distintos -1993 e 2013. Os principais resultados apontaram que a escolha pelo início do relacionamento é justificado, na maior parte das vezes, por argumentos de aspecto pessoal, ou seja, baseada em características pessoais do parceiro, ou em sentimentos próprios das mulheres. Nesse caso, virtudes como respeito, fidelidade, paciência e amor foram mencionadas dentre as características do parceiro, mas com baixa frequência frente a outras justificativas. Já a decisão pelo casamento foi explicada principalmente por meio de aspectos do casal, ou seja, as mulheres manifestaram atenção sobre características, sentimentos, desejos ou necessidades em comum entre os envolvidos. Por sua vez, as mulheres entrevistadas em 1993 pautaram sua escolha amorosa em aspectos da ordem dos sentimentos e dos desejos, salientando seus sentimentos no início do namoro, e ainda o desejo que ela e seu parceiro tinham de estar junto, ou ainda o desejo de outras pessoas sobre a realização do casamento. Por outro lado, as entrevistadas em 2013 destacaram aspectos mais práticos para o novo relacionamento, enfatizando características pessoais do parceiro no primeiro momento, e a estabilidade financeira e o conhecimento mútuo entre o casal no segundo. Consideramos que a presente pesquisa pode corroborar para a compreensão dos processos envolvidos no estabelecimento das relações amorosas na atualidade, podendo auxiliar na elaboração de propostas de intervenção que visem a agir sobre a fragilidade dos vínculos, e promover a construção de relações baseadas no respeito mútuo em que a prática da autonomia moral seja preconizada.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10655
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10282_Dissertacao-de-mestrado-Tatiana-Versão-ENTREGUE.pdf2.01 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.