Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10750
Título: Marcas narrativas da cultura do estupro no ciberespaço - análise da misoginia contra Dilma Rousseff
Autor(es): Vieira, Pâmela Rocha
Orientador: Alves, Gabriela Santos
Data do documento: 13-Mar-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Este trabalho dissertativo investiga as marcas narrativas da cultura do estupro contra a primeira mulher a ocupar o cargo da presidência do Brasil, a petista Dilma Rousseff. O espaço do ciberterritório, com ênfase nas Redes Sociais na Internet constituem nosso foco de análise, na busca por compreender manifestações simbólicas de violência contra a mulher, especialmente quando essas mulheres ocupam espaços de poder e desafiam o estereótipo de gênero, sofrendo retaliações vinculadas ao conceito de cultura do estupro. Palavras-chave: cultura do estupro, violência simbólica, misoginia, discurso, redes sociais.
This dissertation investigates the narrative marks of the rape culture against the first woman to occupy the position of the presidency of Brazil, Dilma Rousseff. The cyberterritory space, with an emphasis on Social Networking on the Internet, is ou focus in the search for understanding symbolic manifestations of violence against women, especially when these women occupy spaces of power and challenge the gender stereotype, suffering retaliation related to the concept of rape culture.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10750
Aparece nas coleções:POSCOM - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_11883_Dissertação Pâmela Vieira.pdf3.98 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.