Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10751
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorFERNANDES, P. M. B.
dc.date.accessioned2019-03-11T12:41:32Z-
dc.date.available2019-03-11
dc.date.available2019-03-11T12:41:32Z-
dc.identifier.citationCARMINATI, L. S., PREDIÇÃO, In Silico, da Regulação Pós-transcricional de Genes Envolvidos no Sistema Ubiquitina-proteassoma Via Micrornas em Carica Papaya na Meleirapor
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/10751-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titlePREDIÇÃO, In Silico, da Regulação Pós-transcricional de Genes Envolvidos no Sistema Ubiquitina-proteassoma Via Micrornas em Carica Papaya na Meleirapor
dc.typemasterThesisen
dcterms.abstractA cultura do mamoeiro é bastante susceptível a doenças, sobretudo às viroses, o que causa uma significativa diminuição da produtividade. Uma das doenças que mais afetam a produtividade nacional é a meleira do mamoeiro, uma doença associada à infecção mista por um complexo viral composto pelo papaya meleira virus (PMeV) e papaya meleira virus 2 (PMeV2), que tem como principal sintoma a exsudação espontânea de látex aquoso e fluído em folhas e frutos. Esses sintomas só são observados após a floração, assim plantas infectadas permanecem no campo por um longo tempo, constituindo como uma fonte de inóculo. Estudos em plantas de C. papaya infectadas com o complexo PMeV já revelaram a modulação de proteínas do Sistema Ubiquitina-Proteassoma 26S (UPS), sugerindo o envolvimento desta via neste patossistema. Também já foi observado alteração na expressão de miRNAs de C. papaya durante a meleira, incluindo modulação de microRNAs que almejam genes da UPS. O presente trabalho através de analises in silico teve como objetivo avaliar a modulação do UPS em Carica papaya em resposta ao complexo PMeV através da revisão de bancos de dados de transcriptômica e proteômica obtidos de plantas infectadas em diferentes fases de desenvolvimento. Além disso, foram preditos alvos de microRNAs que fosse genes que codificam para UPS, enfatizando aqueles genes modulados durante a meleira. Identificou-se, in silico, 1.074 transcritos e 80 proteínas em C. papaya similares a proteínas de UPS de outras espécies de plantas. Além disso, relatou-se 42 genes de UPS de C. papaya modulados durante a infecção. Também foram identificados 106 miRNAs que tinham como alvo de genes relacionados com o UPS, dos quais 3 famílias almejam genes responsivos a infecção pelo complexo PMeV.por
dcterms.creatorCARMINATI, L. S.
dcterms.formatapplication/pdfpor
dcterms.issued2018-02-20
dcterms.subjectBioinformáticapor
dcterms.subjectOmicaspor
dcterms.subjectmiRNAspor
dcterms.subjectMeleira do mamoeiropor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Biotecnologiapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Biotecnologiapor
dc.contributor.refereeZERBINI JUNIOR, F. M.
dc.contributor.refereeSANTOS, A. M. C.
dc.contributor.advisor-coSILAS P. RODRIGUES
Aparece nas coleções:PPGBIO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_12086_Dissertação_Lara Silva Carminati.pdf1.34 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.