Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10776
Título: Propriedades físico-químicas de petróleos pesados : estudo do efeito de bioprodutos e mistura com petróleo mais leve
Autor(es): Santos, Francine Dalapícola dos
Orientador: Filgueiras, Paulo Roberto
Data do documento: 19-Fev-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O presente estudo avaliou as propriedades físico-químicas de dois petróleos pesados com densidade API 13,7 °API pela adição de bioprodutos e com densidade 16,8 ºAPI pela mistura com petróleo mais leve (56,0 ºAPI). Na adição de bioprodutos ao óleo foram produzidas oito amostras, com 1% de lignina (in natura e modificada) e saponina. As propriedades reológicas, número de acidez total e ponto de fluidez foram avaliadas. Para o ponto de fluidez, não se observou redução no valor em comparação com o valor do óleo antes das adições. Entretanto, para os valores de viscosidade e NAT o percentual máximo de redução foi de 7% e 11% respectivamente. A segunda etapa do estudo avaliou a diluição de um petróleo pesado com densidade 16,8 °API com elevada acidez (NAT 3,35) com um petróleo leve parafínico com densidade 56,0 °API. Ao todo foram preparadas seis misturas nas proporções de 1, 10, 20, 30, 40 e 50 %v/v de volumes adicionados. Não houve desestabilização de grupos componentes do petróleo pesado. Observou-se que o volume ótimo de adição foi de 20%. Com esse volume a viscosidade reduziu em 92%, o ponto de fluidez decaiu para -30 °C, o NAT reduziu 22%, teor de enxofre total 19% e a densidade API aumentou para 19,4 °API. Assim, ficou evidente que a avaliação das propriedades físico-químicas foi eficaz para avaliação dos métodos. E que apesar do uso alternativo dos bioprodutos vislumbrando a melhoria das propriedades de petróleos pesados, os resultados denotam que a técnica de diluição continua obtendo melhores desempenhos na valoração das propriedades.
The present study evaluated physicochemical properties of two heavy oils, with API gravity 13.7 °API by mixing with bioproducts and with API gravity 16.8 ºAPI by blending with lighter oil (56.0 ºAPI). In the addition of bioproducts to the oil, eight samples were produced, with 1% lignin (in naturaand modified) and saponin. The rheological properties, total acid number (TAN) and pour point were evaluated. Pour point have no decay as compared to oil value before bioproducts. However, for the values of viscosity and TAN, the maximum reduction percentage was 7% and 11%, respectively. The second stage of the study evaluated the dilution of a heavy oil with 16,8 ° API density with high acidity (TAN3,35) with a paraffinic light oil with density 56,0 ° API. In all, six blends were prepared in the proportions of 1, 10, 20, 30, 40 and 50% v/v added volumes. There was no destabilization of heavy oil components. It was observed that the optimum volume of addition was 20%. At this volume the viscosity reduced 92%, pour point decayto -30 °C, TANreduced 22%, sulfur content 19% and API gravity increased to 19.4 °API. Thus, it was evident that physicochemical properties evaluation was effective for evaluation of the methods. In spite of the alternative use of bioproducts for the heavy oils improvement, results indicate that dilution technique continues to obtain better results.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10776
Aparece nas coleções:PPGQUI - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_11828_Francine Dalapícola dos Santos.pdf1.26 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.