Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10818
Título: Irrigação por gotejamento subsuperficial na formação do cafeeiro Conilon
Autor(es): CAMPANHARO, A.
Orientador: BONOMO, R.
Coorientador: SOUZA, J. M.
Data do documento: 19-Nov-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: CAMPANHARO, A., Irrigação por gotejamento subsuperficial na formação do cafeeiro Conilon
Resumo: Objetivou-se com este trabalho avaliar o desenvolvimento vegetativo do cafeeiro Conilon, irrigado por gotejamento em solo de tabuleiro costeiro, submetido a diferentes lâminas de irrigação em diferentes posições em relação à superfície do solo. O trabalho foi realizado na fazenda experimental do Centro Universitário Norte do Espírito Santo da Universidade Federal do Espírito Santo no município de São Mateus-ES. O delineamento experimental foi em blocos casualizados em esquema de parcela subdividida no tempo. Os tratamentos foram distribuídos em relação à posição da mangueira (0,2m da linha de plantio superficial; 0,2m da linha de plantio e a 0,1m de profundidade; e 0,2m da linha de plantio e a 0,2m de profundidade) e lâminas de água consistindo em 100, 73 e 45% da lâmina aplicada no tratamento convencional. As características de crescimento vegetativo assim como as taxas de crescimento entre as medições foram avaliadas e submetidos à análise de variância e, em razão da significância para as variáveis, foram aplicados teste de média. A redução de 27% da lâmina de água aplicada via sistema de irrigação subsuperficial a 0,2m da linha de plantio e a 0,1m de profundidade não limitou o desenvolvimento vegetativo do genótipo "143" aos 13 meses de idade. A profundidade de 0,2m do tubo gotejador aplicando 73% da lâmina consumida limitou apenas o número médio de entre nós do ramo ortotrópico na formação inicial do cafeeiro Conilon. A redução de 55% da lâmina de irrigação aplicada, independente da profundidade foi prejudicial ao desenvolvimento vegetativo do cafeeiro Conilon aos 13 meses de idade. A taxa de crescimento de altura de planta é crescente ate á floração do cafeeiro Conilon, em contrapartida a taxa de crescimento do ramo plagiotrópico apresenta-se de forma descrecente.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10818
Aparece nas coleções:PPGAT - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_12689_97- Alex Campanharo.pdf8.4 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.