Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10936
Título: Metamorfoses do Eu: a Alteridade na (re)construção da Subjetividade no Discurso do Adolescente em Conflito Com a Lei.
Autor(es): ROSARIO JUNIOR, I. A.
Orientador: VIDON, L. N.
Palavras-chave: Alteridade/Subjetividade
Adolescente em conflito com a lei
Data do documento: 11-Dez-2012
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ROSARIO JUNIOR, I. A., Metamorfoses do Eu: a Alteridade na (re)construção da Subjetividade no Discurso do Adolescente em Conflito Com a Lei.
Resumo: A dissertação tem como finalidade compreender, por meio do pensamento do Círculo de Bakhtin, a alteridade que se revela no enunciado do adolescente em conflito com a lei, em sua relação com a linguagem, e de que modo a relação dialógica pode contribuir para a (re)construção da subjetividade e a ressignificação de princípios e valores a partir de um processo dialógico de intervenção. Na busca de respostas à questão desvelada, realizou-se um percurso metodológico de investigação capaz de descortinar as marcas de subjetividade, identificar as tensões enunciativas, as entonações e os julgamentos de valor no enunciado produzido pelo adolescente, partindo da perspectiva dialógica e da relação de alteridade constituída, no processo de intervenção socioeducativa, culminando na reflexão de um processo de exotopia. Como aparato teórico, foram traçadas algumas categorias bakhtinianas relevantes à compreensão desse discurso produzido pelo adolescente em conflito com a lei, tais como: dialogismo, estilo, apreciação valorativa, vozes alheias, subjetividade/alteridade, exotopia, responsabilidade/responsividade, a fim de construir uma base metodológica que auxiliasse a análise do corpus, assim como compreender o papel do gênero Autobiografia na constituição desse outro sujeito a partir do contexto da socioeducação. Em efeito, trás análises estabelecidas, pode-se dizer que a relação de alteridade é capaz de provocar no adolescente uma postura axiológica, que o conduz à retomada de sua própria consciência, reconhecendo-se como sujeito constituído nas/das relações dialógicas, possibilitando-lhe ressignificar-se como sujeito responsável/responsivo
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10936
Aparece nas coleções:PPGEL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_6073_DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - EDITADA - IVAN A. ROZARIO JÚNIOR.pdf1.3 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.