Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11002
Título: Importância de Fatores Ecológicos, Filogenéticos e Alométricos na Variação da Forma do Crânio Roedores
Autor(es): LEMES, T. B.
Orientador: COSTA, L. P.
Data do documento: 22-Fev-2019
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: LEMES, T. B., Importância de Fatores Ecológicos, Filogenéticos e Alométricos na Variação da Forma do Crânio Roedores
Resumo: Rodentia é a ordem de mamíferos mais diversa em todo o Mundo, padrão que é observado principalmente nos Neotrópicos, incluso o Brasil, conforme as listas de espécies a nível regional e nacional. Possui distribuição cosmopolita com grande diversidade de dietas e hábitos locomotores. Suas sinapomorfias-chave são características cranianas e dentais, portanto neste trabalho o crânio foi utilizado como objeto de estudo, analisando sua interação com fatores alométricos, dieta, sexo e parentesco. As 32 espécies estudadas ocorrem no Espírito Santo e são pertencentes a 7 famílias da ordem. A ferramenta utilizada nessa investigação foi a morfometria geométrica, utilizando nas análises dos dados testes estatísticos multivariados, análises discriminantes, regressões e análise das variáveis canônicas. Não foi verificado dimorfismo sexual quando todas as espécies são analisadas, porém há diferenciação na forma e tamanho do crânio. A comparação entre os herbívoros e insetívoros mostrou que há diferenças morfológicas entre as espécies com dietas diferentes, mesmo quando elas possuem parentesco filogenético. Ainda assim as árvores quando reconstruídas, com base nos caracteres cranianos, tiveram o mesmo resultado em todas as vistas avaliadas, tanto do crânio quanto mandíbula, conseguindo manter praticamente todas as relações de parentesco entre as famílias corretamente (exceto Sciuridae e Dasyproctidae). A alometria, entretanto, não é um fator de variação no crânio de roedores, alcançando valores desprezíveis de regressão, porém esse trabalho mostrou ser possível diferenciar diferentes tipos de dieta e relações de parentesco pela morfometria geométrica do crânio de roedores.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11002
Aparece nas coleções:PPGBAN - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_12964_Dissertação - Thamila Barcellos Lemes - PPGBAN.pdf1.49 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.