Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11048
Título: Modelos de Referência de Atividades Operacionais Aplicáveis a Organizações de Catadores de Materiais Recicláveis
Autor(es): BRITTO, P. M.
Orientador: SIMAN, R. R.
Coorientador: BALDAM, R. L.
Data do documento: 26-Fev-2019
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: BRITTO, P. M., Modelos de Referência de Atividades Operacionais Aplicáveis a Organizações de Catadores de Materiais Recicláveis
Resumo: A Política Nacional de Resíduos Sólidos estabelece que todos os municípios devem realizar a coleta seletiva e destinar os resíduos sólidos secos recicláveis prioritariamente a organizações de catadores de materiais recicláveis. No entanto, mesmo com o incentivo legal dado pela política que deu maior visibilidade para as organizações, muitas apresentam dificuldades no alcance do máximo valor agregado do resíduo comercializado e dificuldades com a gestão do negócio. As atividades operacionais realizadas acontecem de forma não padronizada, desorganizada, com práticas rudimentares e os catadores desconhecem a relação existente entre as atividades e a importância de cada uma. Entende-se então a necessidade de compreender como cada processo é executado nessas organizações, para que se possa, dentro das condições de cada uma, otimizar os processos, identificar pontos de melhoria, evitar retrabalho, redundância, desperdício e fontes de erro. Nesse sentido, este trabalho teve como principal objetivo criar modelos de referência de atividades operacionais aplicáveis a diferentes organizações de catadores de materiais recicláveis. Para tal, primeiramente este estudo procurou selecionar os principais processos ligados à atividade fim realizados nessas organizações através de pesquisa bibliográfica. Em seguida foram selecionadas 10 organizações de catadores mais bem estruturadas no Espírito Santo para que fossem modelados os processos utilizando a metodologia de Grupo de Foco e a notação Business Process Modelling and Notation. A partir dos modelos gerados, os processos foram analisados, comparados e otimizados gerando os modelos de referência. Os processos selecionados foram os referentes a coleta seletiva, recepção, triagem, prensagem e enfardamento e comercialização de resíduos. O processo que mais se diferenciou de organização para organização foi a triagem, devido a diferenças em estrutura física, realização de triagem secundária, triagem de resíduos proveniente da coleta convencional e na variedade de subtipologias em que se é triado o resíduo. A metodologia adotada permitiu destacar atividades desnecessárias, limitações do layout existente e as boas práticas realizadas contribuindo para o desenvolvimento de um modelo de referência aplicável a diferentes realidades, que poderá servir como base para as organizações desenvolverem os seus individuais.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11048
Aparece nas coleções:PPGESA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_12926_Dissertação_Priscila Britto.pdf3.58 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.