Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11196
Título: Melhoramento Genético de Euterpe edulis para produção de frutos
Autor(es): CANAL, G. B.
Orientador: FERREIRA, A.
Palavras-chave: Melhoramento vegetal
juçara
parâmetros genéticos
seleção
Data do documento: 25-Fev-2019
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: CANAL, G. B., Melhoramento Genético de Euterpe edulis para produção de frutos
Resumo: A nova visão de uso de Euterpe edulis para o manejo de frutos na área da fruticultura, revelou a necessidade de aplicação de técnicas de melhoramento para a disponibilização de genótipos superiores e disseminação da cultura em larga escala. Por ser uma espécie nativa, a implantação de plantios comerciais é uma prática pouco consolidada e, na maioria das vezes, tratada com desconfiança por produtores que pretendem aderir ao cultivo. As preocupações em torno da atividade são relacionadas à pequena quantidade de informações voltada à produção de mudas, plantios, tratos culturais, rentabilidade do processo produtivo, bem como a falta de genótipos melhorados. Neste trabalho, objetivou-se a geração de bases teóricas para condução e estruturação de programas de melhoramento de Euterpe edulis voltado ao aumento da produção de frutos. No total, foram avaliadas 487 plantas de uma população comercial de Euterpe edulis manejado para produção de frutos. No experimento, sem delineamento experimental, foram mensuradas 11 variáveis relacionadas à produção de frutos. Por ser um programa de melhoramento em estágios iniciais, diversas abordagens estatísticas exploratórias para o entendimento das relações entre as variáveis e exploração pela existência da diversidade entre os genótipos, foram realizadas antes da aplicação do processo seletivo, visando maximizar a exatidão na seleção dos materiais superiores e potencializar os ganhos seletivos. Alta diversidade foi observada na população estudada, apresentada pelos resultados gerados através do método da máxima verossimilhança restrita (REML) e predição dos valores genotípicos, pela melhor predição linear não viesada (BLUP), realizados sobre as variáveis com medidas repetidas, sendo elas a massa fresca de fruto (MFF), massa fresca de semente (MFS) e quantidade de polpa (QP). As associações entre variáveis foram testadas pela análise de correlação de Pearson, análise de trilha e pela avaliação de modelos de regressão linear. A análise de diversidade foi intensificada por meio de técnicas multivariadas pelo uso de distância euclidiana média padronizada e agrupamento de genótipos pelo método de ligação completa. A seleção dos genótipos foi realizada com intensidade de aproximadamente 10% com uso do índice de seleção de Mulamba e Mock, também foi utilizado o método proposto de Mulamba e Mock com padronização de postos de rank, selecionando 50 genótipos superiores. A repetibilidade observada para as variáveis testadas, foi classificada como elevada, revelando a superioridade do efeito de ambiente permanente sobre os efeitos de ambiente temporário, indicando maior acurácia na previsão do valor real. De modo geral, os valores da estimativa do coeficiente de correlação apresentaram elevada oscilação nas magnitudes entre as associações das características. O desdobramento dos coeficientes de correlação em seus efeitos diretos e indiretos, revelou que o número de cachos, número de frutos por cachos e massa fresca de fruto são as características que apresentam maior relação de causa e efeito. No entanto, a massa de fruto por cacho, número de cachos, número de frutos por cachos, massa fresca do fruto e qualidade de polpa foram as variáveis determinadas a serem utilizadas na seleção para trazerem ganhos indiretos à produção de frutos por planta. Os agrupamentos gerados expuseram a elevada diversidade nas populações, demostrando elevado potencial seletivo. A população selecionada chegou a apresentar média de 151,72% maior que a população geral para produção de frutos por planta (PFP). A população selecionada manteve alta diversidade. Os resultados obtidos sobre a capacidade produtiva e econômica da espécie são incentivos à implantação de plantio planejado e ao manejo ecológico dos frutos, auxiliando na preservação da espécie.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11196
Aparece nas coleções:PPGPV - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_12249_Guilherme Bravim Canal.pdf2.29 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.