Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11255
Título: Manejo da umidade do solo por reflectometria no domínio do tempo em clones de cafeeiro conilon
Autor(es): RIBEIRO, W. R.
Orientador: REIS, E. F.
Data do documento: 26-Fev-2019
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: RIBEIRO, W. R., Manejo da umidade do solo por reflectometria no domínio do tempo em clones de cafeeiro conilon
Resumo: A cafeicultura é a principal atividade agrícola do Estado do Espírito Santo, e o déficit hídrico tem sido o fator ambiental que mais vem limitando a produção. Para compreender o papel do déficit hídrico e gerar bases de conhecimento para utilização racional dos recursos hídricos, será instalado um experimento com cultura do cafeeiro conilon (Coffea canephora), cultivar Jequitibá Incaper ES8122 em casa de vegetação no Centro de Ciências Agrárias e Engenharias da Universidade Federal do Espírito Santo, localizada no município de Alegre-ES. O experimento será conduzido em um esquema de parcelas subsubdividida 9 x 4 x 4, sendo clones em 9 níveis (C1, C2, C3, C4, C5, C6, C7, C8 e C9), nas subparcelas o fator tensão de água no solo em 4 níveis (T1= 30 kPa, T2= 60 kPa, T3= 80 kPa, T4= 100 kPa) e dias após o transplantio em 4 níveis (15; 55; 95; e 135), num delineamento inteiramente casualizado com 4 repetições. As variáveis morfológicas que serão avaliadas são: altura das plantas, área foliar, número de folhas, diâmetro do caule. Para as variáveis fisiológicas será avaliado: Potencial hídrico da folha, condutância hidráulica, trocas gasosas, florescência da clorofila (a), partição de biomassa, densidade do caule, taxa de crescimento relativo, taxa de crescimento absoluto e coeficiente de transpiração. Objetiva-se neste experimento analisar o crescimento inicial cafeeiro conilon em função de diferentes tensões de água no solo e dias após o transplantio, realizando o monitoramento da umidade do solo pela técnica de reflectometria no domínio do tempo (TDR), para assim verificar a necessidade hídrica de cada clone, assim como sua resistência ao déficit hídrico no solo.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11255
Aparece nas coleções:PPGPV - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_12256_Wilian Rodrigues Ribeiro.pdf2.72 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.