Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11263
Título: As práticas e os mecanismos para o aumento da resiliência da cadeia de suprimentos : a construção e a efetividade do feixe de resiliência oranizacional
Autor(es): Nascimento, Adelson Pereira do
Orientador: Oliveira, Marcos Paulo Valadares de
Coorientador: Rosa, Alexandre Reis
Data do documento: 10-Mai-2019
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo verificar a dinâmica da resiliência da cadeia de suprimentos, partindo da visão dos clientes, buscando elucidar quais e quão efetivos são os mecanismos e práticas utilizadas (intencionalmente ou não) para aumentar a resiliência de seus parceiros e fornecedores críticos e, consequentemente, este estudo se propõe também a avaliar o impacto destes mecanismos em toda sua cadeia de fornecimento. Neste contexto, a resiliência organizacional foi conceituada como uma função da consciência da situação de uma organização, da identificação e gerenciamento de vulnerabilidades-chave e da capacidade de adaptação em um ambiente complexo, dinâmico e interconectado. O presente trabalho pode ser classificado com uma pesquisa teórico-empírica de natureza descritiva/explicativa, na medida em que se busca examinar os mecanismos e as práticas dos compradores que possam aumentar o grau de resiliência de seus fornecedores críticos. O estudo foi realizado em um grupo selecionado intencionalmente de empresas focais que atuam na cadeia de fornecimento da indústria automotiva. Para tanto, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com os compradores e os vendedores das empresas selecionadas (informantes-chave). Para codificar as informações obtidas pela observação direta e pelo uso do roteiro de entrevistas, optou-se pela classificação dos dados por meio da análise de conteúdo em três categorias, pré-selecionadas de acordo com o arcabouço teórico do modelo de Resiliência Relativa Global (ROR relative overall resilience), composto de três fatores (percepção da situação, gestão de vulnerabilidades-chave, e a capacidade de adaptação). Para avaliação dos mecanismos utilizados, foram utilizados elementos da Teoria do Prospecto e da Teoria da Dependência de Recursos em relação à seleção inicial, manutenção e avaliação de fornecedores críticos. Os resultados apontam a existência de um feixe de resiliência que perpassa o relacionamento dos clientes e fornecedores, formado por um conjunto de 11 mecanismos formais e práticas informais que atingem toda a cadeia de fornecimento. Esses mecanismos e práticas são repassados na cadeia de suprimentos de modo expositivo ou impositivo. Esta pesquisa oferece como contribuição, o mapeamento de evidências de que os clientes agem de maneira intencional ou não em relação ao aumento efetivo da resiliência de seus fornecedores e, consequentemente, de toda a sua cadeia de suprimentos.
This research aims to verify the dynamics of the resilience of the supply chain, starting from the clients' perspective, seeking to elucidate the effective mechanisms and practices used (intentionally or not) to increase the resilience of its critical partners and suppliers, consequently, this study also proposes to evaluate the impact of these mechanisms throughout its supply chain. In this context, organizational resilience has been conceptualized as a function of awareness of an organization's situation, identification and management of key vulnerabilities and adaptive capacity in a complex, dynamic and interconnected environment. The present work can be classified as a theoretical-empirical research of descriptive / explanatory nature, as it seeks to examine the mechanisms and practices of the buyers that can increase the resilience degree of their critical suppliers. The study was conducted in an intentionally selected group of focal companies operating in the supply chain of the automotive industry. Semi-structured interviews were carried out with the buyers and sellers of the selected companies (key informants). In order to codify the information obtained by direct observation and the use of the interview script, we chose to classify the data by the use of content analysis in three categories, pre-selected according to the theoretical framework of Relative Overall Resilience (ROR), consisting of three factors (situational awareness, key vulnerability management, and adaptive capacity). In order to evaluate the mechanisms used, elements of the Prospect Theory and Resource Dependence Theory were used in relation to the initial selection, maintenance and evaluation of critical suppliers. The results show to the existence of a bundle of resilience that permeates the relationship of customers and suppliers, formed by a set of 11 formal mechanisms and informal practices that reach the entire supply chain. These mechanisms and practices are passed in the chain in an expositive or impositive way. This research contributes to the mapping of evidence that clients act intentionally or unintentionally in relation to the effective increase of the resilience of their suppliers and, consequently, of their entire supply chain.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11263
Aparece nas coleções:PPGADM - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_13257_Tese final - Adelson Pereira do Nascimento - 2019.pdf2.77 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.