Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11400
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorALVARENGA, F. G.
dc.date.accessioned2019-08-01T02:10:37Z-
dc.date.available2019-07-31
dc.date.available2019-08-01T02:10:37Z-
dc.identifier.citationSOUZA, D. S., TEORIA DA RELATIVIDADE RESTRITA: UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO ABORDANDO OS CON-CEITOS DE ABERRAÇÃO DA LUZ, CONTRAÇÃO ESPACIAL DE LORENTZ, EFEITOS DOPPLER, TERRELL E PENROSEpor
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/11400-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleTEORIA DA RELATIVIDADE RESTRITA: UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO ABORDANDO OS CON-CEITOS DE ABERRAÇÃO DA LUZ, CONTRAÇÃO ESPACIAL DE LORENTZ, EFEITOS DOPPLER, TERRELL E PENROSEpor
dc.typemasterThesisen
dcterms.abstractEsta pesquisa teve como objetivo desenvolver e analisar alternativas de abordagem da Teoria da Relatividade Restrita como conteúdo trabalhado no 1º ano do Ensino Médio, por meio de intervenções e práticas construtivas, focando a visualização virtual de alguns efeitos relativísticos. Foi motivada pela escassez de instrumentos didáticos que possibilitem aos sujeitos adquirirem o domínio e a sistematização dos conheci-mentos sobre a Teoria da Relatividade Restrita, em especial os efeitos da Aberração da Luz (Searchlight), a Contração Espacial de Lorentz, o Doppler relativístico e a Ro-tação Penrose-Terrell. Metodologicamente, pautou-se na aplicação de uma sequência didática, no decorrer de oito aulas, utilizando instrumentos multimodais (slides, anima-ções, ilustrações, fotos, imagens e textos), que serviram como norteadores para a promoção de diálogos e consequente compreensão dos aspectos teóricos e visuais da Teoria da Relatividade Restrita. Os trabalhos foram voltados à compreensão qua-litativa dos efeitos relativísticos, dando ênfase à exibição de imagens e vídeos por meio de óculos de Realidade Virtual, que se configuraram como recurso didático à compreensão dos efeitos. Também foram utilizados simuladores de experimentos vir-tuais, animações e GIFs, para ilustrarem situações ligadas ao cotidiano. Concluiu, a partir da observação e da análise dos registros dos encontros, que os instrumentos utilizados, especialmente os óculos de Realidade Virtual, colaboraram como motiva-dores para a transmissão dos conceitos inerentes à Teoria da Relatividade Restrita, contribuindo para a redução da distração e promovendo maior interação entre os es-tudantes, estimulando-os a se tornarem protagonistas. Evidenciou, ainda, que a me-diação docente, por meio da introdução de indagações iniciais nos momentos de dis-cussão, foi determinante para que os alunos não permanecessem meros expectado-res.por
dcterms.creatorSOUZA, D. S.
dcterms.formatapplication/pdfpor
dcterms.issued2019-04-25
dcterms.subjectRelatividade restritapor
dcterms.subjectRealidade virtualpor
dcterms.subjectFísica Metodologpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ensino na Educação Básicapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Ensino na Educação Básicapor
dc.contributor.refereeFRACALOSSI, R.
dc.contributor.referee
dc.contributor.advisor-coLOYOLA, G. V.
Aparece nas coleções:PPGEEB – Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_13155_113 - DISSERTAÇÃO - DANIEL SANTOS DE SOUZA.pdf7.16 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.