Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11405
Título: A Comparabilidade das Demonstrações Financeiras e Seus efeitos nos Cash Holdings das Empresas Brasileiras
Autor(es): NARCISO, L. F.
Orientador: REINA, D. R. M.
Data do documento: 30-Jul-2019
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: NARCISO, L. F., A Comparabilidade das Demonstrações Financeiras e Seus efeitos nos Cash Holdings das Empresas Brasileiras
Resumo: A tomada de decisões dos usuários das demonstrações financeiras, principalmente dos investidores, geralmente envolve uma escolha entre alternativas. Consequentemente, uma informação sobre uma entidade é mais útil se puder ser comparada com uma informação similar. A comparabilidade é a característica qualitativa das demonstrações financeiras que permite aos usuários identificar e compreender as similaridades e as diferenças entre os itens. Diversos estudos empíricos evidenciaram que a comparabilidade pode auxiliar na menor assimetria informacional e maior acesso ao capital externo. Visto que o acesso de uma empresa ao capital externo é um importante determinante dos níveis de caixa das empresas, o objetivo deste trabalho é investigar os efeitos da comparabilidade das demonstrações financeiras nos cash holdings das empresas brasileiras com ações negociadas na B3 no período de 2007 até 2017. A comparabilidade foi calculada com base no modelo de De Franco, Kothari e Verdi (2011) e para análise dos dados foi utilizada a regressão de dados em painel. Foi encontrado um efeito positivo e significativo da comparabilidade nos cash holdings, indicando que empresas com maiores níveis de comparabilidade mantém maiores proporções de caixa. Posteriormente, também foi analisado o efeito de interação da comparabilidade com as restrições financeiras e com a governança corporativa e seu efeito nos cash holdings. Não foram encontradas evidências de que as restrições financeiras causam um efeito significativo nos cash holdings, tampouco sua interação com a comparabilidade. Já no modelo de governança corporativa, a interação (efeito multiplicativo) exibiu um efeito positivo e significativo nos cash holdings, o que indica nas empresas com boa governança, a comparabilidade possui um efeito positivo nos cash holdings.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11405
Aparece nas coleções:PPGCON - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_12793_Dissertação - Laís Franca Narciso.pdf1.31 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.