Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11634
Título: “Canto em qualquer canto”: um estudo sobre voz, trabalho e motivação com cantores populares
Autor(es): Drumond, Lorena Badaró
Orientador: Menandro, Paulo Rogério Meira
Data do documento: Mar-2011
Resumo: Trata-se de investigação feita com 19 cantores e cantoras populares de diferentes gerações que buscou ampliar o conhecimento sobre aspectos de sua trajetória e seu trabalho: inserção na música, dificuldades no cotidiano pessoal e profissional, planos para a carreira, condições de trabalho, práticas de cuidados com a voz e saúde vocal. Os participantes foram entrevistados e responderam um questionário com questões de interesse fonoaudiológico. Foi feita avaliação in loco do ambiente em que ocorreu uma apresentação de cada cantor. Os resultados foram organizados e interpretados com utilização da técnica de análise de conteúdo clássica. O interesse pela atividade foi precoce e relacionado com a existência de ambiente familiar musical. O interesse pelo canto popular desenvolveu-se em associação com o aprendizado de algum instrumento musical. Os entrevistados indicaram diversas dificuldades no cotidiano profissional, mas também apontaram situações de grande satisfação, sugerindo um cotidiano marcado por ambigüidade. Parte expressiva dos cantores não vive apenas do canto. Preparo vocal técnico não foi destacado como aspecto relevante. Hábitos de saúde geral e vocal, bem como cuidados preventivos, mostraram-se insuficientes. Metade dos cantores apresentou queixa relacionada à voz. Os locais mais freqüentes de apresentação foram bares abertos sem preparação acústica para música ao vivo. Os participantes sobrevivem em contexto de regulamentação precário, que não assegura condições de trabalho, de saúde e de remuneração dignas. Ainda assim, a vivência de situações de satisfação e de reconhecimento, bem como a possibilidade da fama, contribuem para a motivação de prosseguir na carreira.
This investigation was carried out with 19 male and female singers of different generations, attempting to broaden the knowledge on aspects of their trajectories and their work: insertion into music, difficulties in personal and professional quotidian life, career plans, working conditions, voice and vocal health care practices. The participants were interviewed and answered a questionnaire with questions of speech-language pathology interest. An in loco evaluation of the environment where a show of each singer occurred was performed. The results were organized and interpreted using the classical content analysis technique. The interest on the activity was early and related with the existence of a musical family environment. The interest on popular singing developed in association of learning to play a musical instrument. The interviewees pointed out several difficulties on professional daily life, but also related situations of great satisfaction, suggesting a quotidian marked by ambiguity. A significant part of the singers do not live on singing alone. Technical vocal preparation was not highlighted as a significant aspect. General health habits and vocal health habits, as well as preventive care, showed themselves to be insufficient. Half of the singers reported voice related complaints. The most frequent show venues were open drinking bars with no acoustic preparation for live music. The participants survive in a precarious regulation context, which does not assure good conditions of work, health, or pay. Nevertheless, life in situations of satisfaction and recognition, as well as the possibility of fame, contribute to the motivation of pursuing the career.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11634
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertação_LorenaDrumond.pdf1.28 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons