Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11649
Título: COVID-19 health surveillance in Brazil : seeking contacts in communities as a self-protection strategy
Título(s) alternativo(s): Vigilância em saúde da COVID-19 no Brasil : busca de contatos nas comunidades como estratégia de autoproteção
Vigilancia de la salud COVID-19 en Brasil: buscar contactos en las comunidades como una estrategia de autoprotección
Vigilância em saúde da COVID-19 no Brasil : busca de contatos como estratégia de autoproteção
Autor(es): Sales, Carolina Maia Martins
Silva, Adriana Ilha da
Maciel, Ethel Leonor Noia
Palavras-chave: Epidemiologia
Data do documento: 27-Mai-2020
Resumo: OBJETIVO: Mapear as redes de interação social do indivíduo-indivíduo e indivíduo-espaço com COVID-19, entendendo alguns dos determinantes sociais da saúde (DSS). MÉTODOS: Fluxograma de vigilância territorial da COVID-19, abordando a busca de síndrome gripal, através da identificação das relações sociais do indivíduo e dos DSS. RESULTADOS: Duas estratégias podem ser evidenciadas: de cunho individual, em que cada contato é identificado e encaminhado para uma investigação clínica; e, uma estratégia coletiva, de educação em saúde, na qual serão informados sinais e sintomas e orientados os cuidados em saúde, para identificação da necessidade de cada agregado familiar. CONCLUSÃO: Consideramos que essas ações podem ser um grande avanço na vigilância em saúde da COVID-19, uma vez que essa abordagem considera a transmissão na comunidade e em seus espaços sociais com a busca dos contatos, orientação adequada e educação em saúde trará benefícios para as pessoas afetas e a comunidade em geral.
OBJECTIVE: To map the social interaction networks of the individual-individual and individual-space with COVID-19, understanding some of the social determinants of health (DSS). METHODS: Flowchart of territorial surveillance of COVID-19, addressing the search for flu syndrome, through the identification of the social relationships of the individual and the DSS. RESULTS: Two strategies can be evidenced: of an individual nature, in which each contact is identified and referred for a clinical investigation; and, a collective strategy, of health education, in which signs and symptoms will be informed and health care oriented, to identify the needs of each household. CONCLUSION: We believe that these actions can be a great advance in the health surveillance of COVID-19, since this approach considers transmission in the community and in its social spaces with the search for contacts, adequate guidance and health education will bring benefits to the affected people and the community in general.
Descrição: Preprint / Version 1
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11649
Aparece nas coleções:Preprint

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
558-Preprint Text-804-1-10-20200527.pdf203.84 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons