Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1366
Título: A intensificação do trabalho docente no processo de financeirização da educação superior : o caso da Kroton no Estado do Espírito Santo
Autor(es): Sebim, Charlini Contarato
Orientador: Araujo, Gilda Cardoso de
Data do documento: 16-Dez-2014
Resumo: O estudo teve por objetivo investigar, a partir de duas instituições de ensino superior pertencentes ao grupo Kroton no Espírito Santo, o impacto das mudanças trazidas para o trabalho docente decorrente do processo de inserção da educação superior na Bolsa de Valores. Essas instituições são a Faculdade Pitágoras de Guarapari e a Faculdade Pitágoras de Linhares. Até 2007, juridicamente, essas instituições eram sociedades limitadas e não pertenciam ao grupo Kroton. Eram conhecidas como Faculdades Integradas Padre Anchieta de Guarapari (Fipag) e Faculdade de Ciências Aplicadas Sagrado Coração (Unilinhares), respectivamente. Em 2008, a Kroton adquire essas duas faculdades e começa a operá-las a partir da marca Pitágoras. Portanto, esta pesquisa consiste em um estudo de caso das unidades Pitágoras localizadas no Estado do Espírito Santo. Busca compreender, fundamentada em entrevista semiestruturada com 12 professores e ex-professores, como eram a organização e as condições do trabalho docente antes de essas instituições serem adquiridas pela Kroton e o que mudou após sua aquisição. Para a realização da análise teórica, a pesquisa se apoiou em Karl Marx, François Chesnais e Dermeval Saviani. Ao final, a hipótese de que, após a aquisição da Fipag e da Unilinhares pela Kroton, houve uma intensificação da exploração do trabalho docente e uma redução da autonomia do professor no que concerne às atividades de planejamento e ensino foi confirmada: pelo excessivo acréscimo de trabalho (Termo e Aula Estruturada); pela diversidade de disciplinas a que o professor esteve sujeito a ministrar; pelo regime de tensão que balizou a organização do trabalho (aumento das demissões); pela exclusão da participação do professor na escolha do referencial teórico e metodológico. Em parte, esses aspectos são fruto da combinação do taylorismo com a governança corporativa e atuaram de forma a reduzir a participação do professor nas atividades ligadas ao planejamento e ensino, reforçando, com isso, as relações sociais de dominação inerentes ao trabalho alienado.
This research aimed to investigate the impact of the changes brought to the teaching work due to the inclusion of higher education in the Stock Exchange, based on two higher education institutions belonging to the Kroton group (Pitágoras College – Guarapari and Pitágoras College – Linhares), both from Espírito Santo – Brazil. Legally speaking, until 2007, these institutions were limited partnerships and did not belong to the Kroton group. They were known as Fipag – Faculdades Integradas Padre Anchieta de Guarapari and Unilinhares – Faculdade de Ciências Aplicadas Sagrado Coração, respectively. In 2008, the Kroton group purchases these two institutions and begins to operate them from the brand “Pitágoras”. Thus, this research is a case study of Pitágoras units located in Espírito Santo - Brazil. From semistructured interviews with 12 professors and former professors, this study highlights how the organization and the educational working conditions were before the intervention of Kroton group and what has changed since then. To perform the theoretical analysis, the research had as baseline Karl Marx, François Chesnais and Dermeval Saviani. After Fipag and Unilinhares have become Kroton group’s properties, there was an intensification of the exploitation of teaching work and a reduction of teacher autonomy with respect to planning and teaching activities, which were strengthened by excessive working hours (Term and Structured Lecture); by the diversity of subjects that the professor was responsible to deal with; by tension regime that built the work organization (a largest number of resignations); by excluding the professor participation in choosing the theoretical and methodological reference. In part, these issues are the result of combination between Taylorism with corporate governance and they acted to reduce the participation of professor in activities related to planning and teaching activities, thereby reinforcing the social relations of domination inherent in alienated labor.
El objetivo del estudio fue investigar, a partir de dos instituciones de enseñanza superior que pertenecen al grupo Kroton en el estado de Espírito Santo, el impacto de los cambios ocasionados para el trabajo docente derivado del proceso de inserción de la educación superior en la Bolsa de Valores. Estas instituciones son la Facultad Pitágoras de Guarapari y la Facultad Pitágoras de Linhares. Hasta 2007, jurídicamente, estas instituciones eran sociedades limitadas y no pertenecían al grupo Kroton. Eran conocidas como Facultades Integradas Padre Anchieta de Guarapari (Fipag) y Facultad de Ciencias Aplicadas Sagrado Coração (Unilinhares), respectivamente. En 2008, Kroton adquiere estas dos facultades y empieza a operarlas a partir de la marca Pitágoras. Por tanto, esta investigación consiste en un estudio de caso de las unidades Pitágoras ubicadas en el Estado do Espírito Santo. Intenta comprender, fundamentada en entrevista semiestructurada a 12 profesores y exprofesores, cómo eran la organización y las condiciones del trabajo docente antes de que estas instituciones fueran adquiridas por Kroton y lo que cambió después de la adquisición. Para la realización del análisis teórico, la investigación se apoyó en Karl Marx, François Chesnais y Dermeval Saviani. Al final, la hipótesis de que, después de que Kroton adquiriera Fipag y Unilinhares, se intensificó la explotación del trabajo docente y hubo una reducción en la autonomía del profesor en lo que se refiere a las actividades de planificación y enseñanza, confirmado por el aumento excesivo de trabajo (Término y Clase Estructurada); por la diversidad de asignaturas que el profesor tuvo que dar; por el régimen de tensión que limitó la organización del trabajo (aumento de despidos); por la exclusión de la participación del profesor en la elección de la referencia teórica y metodológica. En parte, estos aspectos son fruto de la combinación del taylorismo con el gobierno corporativo y actúan de tal forma que reduce la participación del profesor en las actividades relacionadas con la planificación y enseñanza, reforzando, de este modo, las relaciones sociales de dominación inherentes al trabajo alienado.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1366
Aparece nas coleções:PPGE - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Charlini Contarato Sebim.pdf2.53 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons