Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1547
Título: Dizer em outro lugar : a constituição da experiência em narrativas contemporâneas
Autor(es): Pizzol, Rafaela Scardino Lima
Orientador: Nascimento, Jorge Luiz do
Coorientador: Moraes, Alexandre Jairo Marinho
Palavras-chave: Literatura
Crítica
Literatura e sociedade
Espaço e tempo na literatura
Data do documento: 2015
Resumo: Esta tese busca analisar o deslocamento como forma política de produzir e ler os textos literários contemporâneos, tendo como ponto de partida a obra do escritor argentino Ricardo Piglia, para quem o deslocamento consiste no ato de “ir em direção ao outro, fazer com que outro diga a verdade do que [se] sente ou do que aconteceu — esse deslocamento, essa mudança funciona como um condensador da experiência”. Assim, o deslocamento seria a forma com a qual a literatura, tanto em termos de produção (o processo de escrita), como de circulação, exerceria a oposição a discursos estabelecidos de poder, tanto de dominação estatal quanto cultural, falando sempre a partir das margens, fazendo do entre-lugar seu espaço de circulação. Tais circunstâncias seriam fundamentais para a constituição e a transmissão da experiência, pois é apenas na relação entre sujeitos que ela pode se estabelecer. Busca-se analisar ainda como o deslocamento e a constituição da experiência são questões fundamentais que participam da organização de diversos temas destacados na obra do autor, além de estabelecer diálogo com outros escritores contemporâneos, quais sejam, Paul Auster, João Gilberto Noll, Edmundo Paz Soldán e Diamela Eltit.
This thesis seeks to analyze displacement as a political form of production and reading of contemporary literature, beginning with the works of Argentinian writer Ricardo Piglia. According to the author, displacement means "to go towards the other, to make the other tell the truth about what [he] feels or what has happened — this displacement, this change works as an experience condenser". By seeing the ethical and political responsibilities of literature — and of the arts, we could add — from this perspective, displacement would be the way by which literary texts oppose established power discourses in terms of both production (the writing process) and circulation. Such challenging of political and cultural domination is always voiced from the borders of the developed world, making the in-between its space of circulation. This condition would be fundamental to the establishment and sharing of the experience, since it is only in the relationships between subjects that experience can arise. Besides the exposed above, we also seek to analyze how displacement and the constitution of experience are fundamental questions that take part in the organization of various themes in Piglia’s works, and we want stablish a dialog with other contemporary writers, which are Paul Auster, João Gilberto Noll, Edmundo Paz Soldán and Diamela Eltit.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1547
Aparece nas coleções:PPGL - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dizer em outro lugar a constituicao da experiencia em narrativas contemporaneas.pdfTexto completo1.13 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons