Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1616
Título: Avaliação de alterações imunológicas provocadas pela obesidade induzida por dieta hipercalórica em camundongos C57BL/6 infectados por Leishmania chagasi
Autor(es): Sarnáglia, Glênia Daros
Orientador: Gomes, Daniel Cláudio de Oliveira
Coorientador: Maioli, Tatiani Uceli
Palavras-chave: Leishmaniose visceral
Distúrbio
Metabolismo
Infecção
Obesidade
Data do documento: 2015
Resumo: Os fatores ambientais, incluindo a dieta, desempenham um papel central sobre o equilíbrio da homeostase imune normal, influenciando-o. Contudo, muitos dos mecanismos celulares que mantêm este equilíbrio permanecem por ser elucidados. Usando um modelo de camundongos alimentados com dieta indutora de obesidade, rica em carboidratos simples e gordura saturada, foi examinada a influência deste comportamento alimentar sobre o desenvolvimento da leishmaniose visceral causada por L. chagasi. Camundongos C57BL / 6 do sexo feminino (6-8 semanas), alimentados com dieta controle (AIN93G) ou com dieta com alto teor de açúcares e gordura (HSF) foram infectados com 107 promastigotas de L. chagasi após oito a dez semanas alimentação e sacrificados após quatro semanas de infecção. A administração de dieta rica em carboidratos simples e gordura saturada foi eficiente na indução da obesidade experimental em modelo murino, provocando alterações sistêmicas. Camundongos obesos foram capazes de gerar uma alta resposta inflamatória em resposta a infecção com L. chagasi, porém apresentaram aumento da susceptibilidade à infecção. Estes resultados mostram que um macroambiente hipercalórico pode interferir diretamente na resposta a sinais provenientes de organismos patogênicos e distorcer o desenvolvimento de uma imunidade anti-leishmania.
Environmental factors, including diet, play a central role in the balance of normal immune homeostasis, is aldeady know that diets rich in simple carbohidrate or in saturated fat acids can influence the secretion of immune mediators altering the metabolism. However, many of the cellular mechanisms that control this maintainense or disturbence of this balance remain to be elucidated. Together with this, there is no results showing the impact of a hypercaloc diet on intracellular parasite response. Using mouse model feeding with high sugar and high fat diet, we examined the influence of this diet on the visceral leishmaniasis development caused by L. chagasi. C57BL/6 female mice (6-8 weeks) fed with control (AIN93G) or high sugar and fat diet (HSF) were infected with 107 L. chagasi promastigotes at 11th feeding week and euthanatized four-week post-infection. A diet high in simple carbohydrates and saturated fat was efficient in the induction of experimental obesity in mice, causing systemic changes. Obese mice were able to generate a high inflammatory response in response to challenge with L. chagasi, but showed increased susceptibility to infection. These results show that a hypercaloric macroenvironment can directly interfere with responses to pathogen-derived signals and skew the development of an anti-leishmania immunity.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1616
Aparece nas coleções:PPGDI - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AVALIAÇÃO DE ALTERAÇÕES IMUNOLÓGICAS.pdf723.11 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons