Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/1650
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorRossetti, Cláudia Broetto-
dc.date.accessioned2015-12-30T15:39:37Z-
dc.date.available2016-06-24T06:00:08Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/1650-
dc.format.mediumtexten
dc.rightsopen accessen
dc.subjectfairy taleseng
dc.subjectPiaget's theoryeng
dc.subjectchildhoodeng
dc.subjectcognitioneng
dc.subjectmoralityeng
dc.titleInvestigação de aspectos cognitivos e morais do desenvolvimento por meio de um conto de fadas : um estudo a partir do referencial piagetianopor
dc.typemasterThesisen
dc.subject.udc159.9por
dc.subject.br-rjbnConstrutivismo (Educação)por
dc.subject.br-rjbnCognição em criançaspor
dc.subject.br-rjbnéticapor
dcterms.abstractOs estudos sobre o desenvolvimento infantil em seus aspectos cognitivos e morais revelam-se recorrentes nas pesquisas com crianças. A perspectiva da epistemologia genética de Jean Piaget pressupõe que haja uma evolução de tais aspectos ao longo da infância. Na investigação com crianças o conto de fadas mostra-se como uma ferramenta que desperta o interesse das mesmas, que se identificam e são capazes de se posicionar em relação ao conteúdo da história. Tal ferramenta caracteriza-se como maneira privilegiada de acessar as representações e explicações da realidade que crianças de diferentes idades possuem. A presente pesquisa teve como objetivo estudar aspectos do desenvolvimento cognitivo e moral de crianças por meio de um conto de fadas. Os participantes foram 24 meninos e meninas de 6, 7, 10 e 11 anos de idade que após terem acesso ao conto de fadas “João e Maria” em versão multimídia, foram solicitados a reconstituir o conto e responderam a uma entrevista baseada no método clínico piagetiano. A ideia de empregar o conto de fadas como uma ferramenta de estudo do desenvolvimento infantil mostrou-se bastante interessante e válida, uma vez que as respostas oferecidas pelas crianças expressaram bem seu modo de raciocínio, denotaram sua organização mental e as ideias que têm do mundo. Os resultados relacionados aos aspectos cognitivos apontaram que a maior parte das crianças reconstitui o conto dentro do modo Concreto, e no aspecto do desenvolvimento moral a maioria das crianças apresenta um posicionamento mais heterônomo ao julgar as ações dos personagens. Tais resultados reforçaram a ideia Piagetiana de evolução do desenvolvimento cognitivo e moral ao longo da infância, permitiram investigar a estruturação do pensamento e da linguagem das crianças das idades estudadas, e abrem possibilidade de ampliação das idades pesquisadas e detalhamento da parte do estudo referente ao aspecto moral.por
dcterms.abstractStudies on child development in their cognitive and moral aspects are recurring in researches with children. Jean Piaget's perspective of genetic epistemology assumes that there is an evolution of such aspects during childhood. In the research with children, fairy tales show up as a tool that arouse their interest, with which they identify themselves and how they are able to position themselves in relation to the content of the tale. Such tool is characterized as a privileged way to access representations and explanations of the reality that children of different ages have. This research aimed to study aspects of cognitive and moral development of children through a fairy tale. The participants were 24 boys and girls aged 6/7 and 10/11 that, after having access to the fairy tale "Hansel and Gretel" in multimedia version, were asked to reconstruct the story and answered to an interview based on the Piaget clinical method. The idea of employing the fairy tale as a child development study tool proved to be very interesting and valid, since the answers given by the children expressed their way of thinking, denoted their mental organization and how they see the world. The results related to cognitive aspects pointed out that most children reconstructs the tale within the concrete way, and in the aspect of moral development most children presents a more heteronomous position to judge the actions of the characters. Such results reinforced the Piagetian idea of cognitive and moral development evolution throughout the childhood, enabled investigate the thought structure and language of children of the age groups studied, and open possibility of expanding the ages researched and details of part of the study concerning the moral aspect.eng
dcterms.alternativeInvestigation of cognitive and moral aspects pf child development through fairy tales: a study based on Piaget's framework.eng
dcterms.creatorSeabra, Silvia Lorenzoni Perim-
dcterms.dateSubmitted2015-07-09-
dcterms.issued2015-07-09-
dcterms.languageportuguêsen
dcterms.subjectConto de fadaspor
dcterms.subjectTeoria Piagetianapor
dcterms.subjectInfânciapor
dcterms.subjectCogniçãopor
dcterms.subjectMoralidadepor
dc.contributor.referee1Alencar, Heloisa Moulin de-
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Psicologiapor
dc.subject.cnpqPsicologia-
dc.publisher.courseMestrado em Psicologia-
dc.contributor.refereeSouza, Maria Thereza Costa Coelho de-
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
INVESTIGAÇÃO DE ASPECTOS COGNITIVOS E MORAIS DO.pdf789.58 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons