Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2028
Título: Repositório institucional da UFES: da implantação à busca pela qualidade
Autor(es): Andrade, Morgana Carneiro de
Barros, Patricia Pacheco de
Pereira, Gleice
Palavras-chave: Repositório institucional
Data do documento: 2011
Citação: ANDRADE, M. C. de.; BARROS, P. P. de; PEREIRA, G. Repositório institucional da UFES: da implantação à busca pela qualidade. In: CONFERÊNCIA LUSO-BRASILEIRA DE ACESSO LIVRE, 2., 2011, Rio de Janeiro, RJ. Anais... Disponível em: <http://www.acessoaberto.pt/c/index.php/confoa2011/confoa2/paper/view/165>. Acesso em: 28 jul. 2016.
Resumo: INTRODUÇÃO Uma das alternativas encontradas pelas instituições de ensino para capturar, armazenar, organizar e disseminar sua produção científica é a implantação do repositório institucional (RI).  Esse sistema possibilita a reunião do conhecimento produzido pelas instituições de forma que contribui com a melhoria da gestão da produção intelectual, com a visibilidade de seus pesquisadores e da instituição, cumprindo o seu papel de socialização do conhecimento.  Este trabalho descreve a experiência da Universidade Federal do Espírito Santo na implantação do seu RI, assim como procedimentos posteriores.   O REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UFES O RI da Ufes, que utiliza DSpace e o protocolo OAI-PMH,  foi contemplado pelo Edital FINEP/PCAL/XBDB n.º 003/2009.  A equipe responsável por esse projeto definiu algumas prioridades para a sua implantação: conhecimento do sistema; identificação de publicações que pudessem ser disponibilizadas com o objetivo de atender às exigências do Edital; submissão e avaliação dos itens disponibilizados; padronização e elaboração de roteiro de trabalho; customização da interface; disponibilização de licenças; identificação de pessoal para auxiliar nesse projeto;  e solicitação de um local específico para essa atividade. No caso da Ufes, o cadastramento das comunidades e subcomunidades foi realizado de acordo com a estrutura acadêmico-administrativa. O conteúdo das subcomunidades foi divido por tipo de documento. Somente após esse procedimento, iniciamos o processo de submissões. O fluxo de submissão consiste das seguintes etapas: depósito dos itens na coleção; controle de autoridade de autores e assuntos para padronização dos dados; revisão e posterior liberação do item. Em relação ao povoamento, além das primeiras iniciativas, com a utilização de artigos com Licença Creative Commons de um grupo de pesquisadores que possuem bolsa de produtividade do CNPq, para o cumprimento do prazo estabelecido pelo Edital para implantação do RI, atualmente estamos mapeando a produção científica dos professores e pesquisadores da Universidade disponíveis no Currículo Lattes/CNPq, assim como iniciativas com a Editora Universitária que têm aberto possibilidades para disponibilização de livros no RI. Política Institucional de Informação para o RI Uma das ações iniciais foi a elaboração de uma minuta da política institucional de informação para o RI, com base em um estudo comparativo entre repositórios nacionais e internacionais, como forma de subsidiar as diretrizes necessárias para a formulação dessa política.  Ações em busca da interoperabilidade semântica Com o objetivo de potencializar a interoperabilidade entre repositórios, a equipe responsável pelo RI optou por adotar as diretrizes do Driver 2.0. Foram definidos os metadados descritivos e os elementos para representação temática do conteúdo do RI. 
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2028
Aparece nas coleções:BC - Trabalhos apresentados em eventos
BIB - Trabalhos apresentados em eventos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL.pdf54.99 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons