Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2054
Título: Composição e estrutura da comunidade zooplanctônica de um estuário tropical (Espírito Santo, Brasil)
Autor(es): Nunes, Rafaela Aliprandi
Orientador: Fernandes, Luiz Fernando Loureiro
Palavras-chave: Marés
Piraquê-Açú, Rio (ES)
Piraquê-Mirim, Rio (ES)
Data do documento: 12-Mar-2010
Resumo: Com o objetivo de analisar a estrutura da comunidade zooplanctônica no estuário dos rios Piraquê-açú e Piraquê-mirim (ES) quanto à variação temporal, espacial e tidal, coletas mensais, entre maio/2008 e abril/2009, foram realizadas, durante a maré vazante e a maré enchente, em quatro estações amostrais. Um total de 64 taxons foram identificados, sendo o filo Arthropoda o mais representativo com 47 taxons. As espécies mais abundantes (88,32% de todas as amostras) foram os copépodes Acartia lilljeborgi, Temora turbinata, Parvocalanus crassirostris, Oithona oswaldocruzi, Oithona oculata, Euterpina acutifrons, Paracalanus parvus, as larvas de Brachyura, os nauplius e cyipris de Cirripedia e as larvas de Gastropoda. A abundância média total apresentou um padrão sazonal e espacial definido, com maiores valores durante o período chuvoso e nas estações mais internas do estuário, contudo não se observou nenhum padrão em relação às fases de maré. A riqueza não apresentou um padrão temporal em relação à maré, contudo um padrão espacial foi observado, com maiores valores nas estações mais próximas a desembocadura. A diversidade e equitabilidade não apresentaram padrão temporal, espacial, nem em relação à maré. O estuário dos rios Piraquê-açú e Piraquê-mirim é fortemente regulado pelo regime pluviométrico. A variabilidade das condições ambientais, por sua vez, causou alterações na composição, distribuição temporal e espacial do zooplâncton neste estuário.
With the aim to analyze the zooplankton community structure at the Piraquêaçu/ Piraquê-mirim Rivers Estuary, regarding their temporal and spatial variations and tidal, monthly sampling between May 2008 and April 2009 were performed, during the neap and spring tides, in four sampling locations. A total of 64 taxons were identified, with Arthropoda being the most representative with 47 taxons. The most abundant species (88.32% of the total samples) were the copepods Acartia lilljeborgi, Temora turbinata, Parvocalanus crassirostris, Oithona oswaldocruzi, Oithona oculata, Euterpina acutifrons, Paracalanus parvus, Brachyura larvae, Cirripedia (cypris and nauplius) and Gastropoda larvae. Average total abundance presented a defined seasonal and spatial pattern, with higher values during the raining period and at the inner estuary stations, however, no pattern related to tidal fluctuation was observed. Species richness did not show a temporal pattern related to tidal fluctuations, however, a spatial pattern was observed, with higher values closer to the estuary entrance. Diveristy and equitabilty did not present either a temporal or spatial pattern, nor in relation to tides. The Piraquê-açú/Piraquê-mirim river estuary is strongly influenced by the rainfall regime. Variability of the environmental conditions, however, caused alterations in the zooplankton composition, temporal and spatial distributions in this estuary.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2054
Aparece nas coleções:PPGOAM - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao Rafaela Aliprandi Nunes.pdf660.46 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons