Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2074
Título: Cildo Meireles : inserção e desvio no transitar conceitual
Autor(es): Almonfrey, Juliana de Souza Silva
Orientador: Bezerra, Angela Maria Grando
Data do documento: 14-Dez-2009
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O presente estudo tem como objeto de investigação a produção do artista plástico brasileiro Cildo Meireles. Analisa alguns de seus trabalhos localizados nos anos de 1960 e 1970 e a série Objetos Semânticos, produzida na década de 1980. Discute a existência de um trânsito do artista pela arte conceitual, no qual problematiza o campo da arte e produz obras envolvidas com questões do contexto político-social local, reveladoras de um acento ideológico em seu percurso pelo conceitual. Investiga, nesse transitar, as apropriações do artista de objetos do dia a dia e sua articulação a palavra. Na formação do par objeto e linguagem analisa como Meireles estreita seu trabalho com a realidade e com a cultura, distanciando-se das operações conceituais analíticas da primeira produção conceitual americana e britânica. Destaca como recorre à palavra para construir um território amplo para o envolvimento do público com suas obras, em que a inserção da arte no cotidiano se faz uma de suas estratégias mais marcantes. No emprego da linguagem pelo artista, estuda como ela potencializa a tendência de engendrar desvios em sua poética, na qual investiga a falibilidade do que parece determinado e oferece ao público um espaço de fruição repleto de desdobramentos e desmontes de expectativas.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2074
Aparece nas coleções:PPGA - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_3717_Texto.pdf1.54 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.