Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2102
Título: Entre o sinal e o ruído : a rede-arte no jogo do (des)controle
Autor(es): Abreu, Maria Aparecida Torrecillas
Orientador: Lima, Fábio Luiz Malini de
Palavras-chave: Arte contemporânea
Rede
Espaço
Biopoder
Arte tecnológica
Data do documento: 27-Jun-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Este trabalho apresenta uma investigação sobre os modos como a emergência da organização em rede vem impactando as relações espaçotemporais nas práticas artísticas contemporâneas, com especial atenção para a arte que se associa às novas tecnologias digitais. Desse modo, será traçada uma trajetória na história da arte, tendo em vista as novas concepções de espaço e de tempo que emergiram do quadro de mudanças profundas por que passou o mundo desde o final do século XIX, promovendo significativas alterações nos cânones da arte que se realizou durante o século XX e nesses primeiros anos do século XXI, culminando com a absorção do conceito espaçotemporal da rede. O enfoque se dará na exploração crítica do aparato tecnológico impetrada pelos artistas, nesse cenário desenhado por um novo paradigma tecnológico o Informacionalismo no âmbito de um novo modo de produção o Capitalismo pós-industrial , e sob a ótica dos jogos de forças que se instauraram e se sobrepuseram desde a assunção da tecnologia de poder disciplinar, intimamente ligada ao nascimento do biopoder, passando pela irrupção gradativa das tecnologias de controle, assim como pelas dinâmicas próprias da produção biopolítica. Levando-se em conta a condição imanente da rede, que mantém em movimento um campo de forças sempre tensionado entre poder e resistência, será lançado um olhar sobre as experimentações artísticas que buscam operar no desvio do uso padrão da tecnologia, de forma a subverter seus parâmetros de funcionamento originais e, dessa forma, revelar os discursos de poder que se encontram entranhados em seus mecanismos. Enfim, este trabalho se propõe a desviar o olhar para a dimensão estética e revolucionária da rede como espaço narrativo aberto que sugere enredos sempre mutantes e sob a qual se definem certos processos artísticos, propondo o entendimento da própria rede como arte.
This paper presents an investigation about the ways in which the emergence of networking has impacted spatiotemporal relations in contemporary art, with special attention to the art that is associated with the new digital technologies. Thereby, a path will be traced in the history of art, in view of the new conceptions of space and time emerged from the scene of deep changes that has affected the world since the end of nineteenth century, promoting significant modifications in the canons of art that took place during the twentieth century and in those early years of the XXI century, culminating in the absorption of the concept of spatiotemporal network. The focus shall be on the critical exploration of the technological apparatus filed by artists, this scenario designed by a new technological paradigm - the Informationalism - under a new mode of production - post-industrial capitalism - and from the perspective of play of forces that have introduced and overlapped since taking disciplinary power, closely linked to the rising of biopower, through gradual upsurge of control technologies, as well as by biopolitical production dynamics. Taking into account the immanent condition of the network, which keeps moving a force field always stretched between power and resistance, will draw the attention to the artistic experiments that seek to operate in the standard deviation of the use of technology in order to subvert their operating parameters unique and thus reveal the discourses of power that are ingrained in their mechanisms. Finally, this paper proposes to look away for the aesthetic and revolutionary dimension of the network, as an open narrative space that suggests ever-changing scenarios under which define certain artistic processes, proposing the understanding of the network itself as art.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2102
Aparece nas coleções:PPGA - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_6628_dissertação final CD.pdf3.33 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.