Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2106
Título: Os agentes do patrimônio cultural em Vitória-ES
Autor(es): Locatelli, Lílian de Oliveira
Orientador: Ribeiro, Nelson Pôrto
Data do documento: 10-Out-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O trabalho buscou mapear os agentes do patrimônio cultural em Vitória-ES. Esses agentes são os profissionais, entidades e organizações envolvidas nos serviços de preservação do patrimônio cultural, como por exemplo, os arquivos, museus, entre outros. No estudo, as entidades identificadas foram organizadas em capítulos, conforme o tipo de atuação, a fim de facilitar o entendimento. Nessa trajetória, buscou-se pesquisar as políticas de preservação que são aplicadas à cidade de Vitória, associando-as aos agentes responsáveis por sua implementação e leis às quais os agentes do Patrimônio Cultural estejam submetidos. Para uma melhor compreensão, foram realizadas entrevistas a partir de um roteiro semiestruturado, apresentado no APÊNDICE A deste trabalho, cujas questões buscaram delimitar a temática estudada. Foram realizadas quatro entrevistas com representantes das instituições públicas: a Secretaria Municipal de Desenvolvimento da Cidade (Sedec), Secretaria Municipal de Cultura (Semc), Secretaria Estadual de Cultura (Secult), e Superintendência do Instituto de Preservação Histórica e Artística Nacional (Iphan) no Espírito Santo. Outras quatro entrevistas foram feitas com representantes de instituições, organizações de natureza público-privadas e Ongs: o Instituto Goia, Instituto Modus Vivendi, Núcleo de Conservação e Restauração (NCR) da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e Comissão de Arte Sacra e Bens Culturais da Arquidiocese de Vitória. As entrevistas possibilitaram uma compreensão sobre esses agentes na cidade de Vitória, assim como forneceram um rico material de pesquisa para futuros estudos. Instituições entendidas como espaços culturais e museus foram delimitadas em capítulo próprio, devido ao grande número encontrado: um total de dezessete entidades. Buscou-se por suas políticas de preservação e, quando não foi possível identificar uma legislação específica, tais como, Lei de Criação, Estatuto, Regimento Interno, foi adotada a definição usada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), a fim de suprir essa carência e organizálas segundo esse princípio. Também se buscaram as legislações de arquivos e os centros de documentação nas instituições que possuem acervo de valor histórico, apresentando pesquisas e propostas destas instituições no que concerne à preservação de patrimônio cultural na forma documental.
This study aims at mapping the cultural heritage agents in the City of Vitória, ES, Brazil. These agents are professionals involved in the preservation services of cultural heritage such as institutions, organizations, and museums, among others. In order to facilitate the study, the agents were categorized under their modus operandi, and presented in the form of chapter in this paper. The investigation also concerns the preservation policies adopted in the city of Vitoria, whether applied by the cultural heritage agents or as the laws to which they are subject. In order to better understand the way these agents operate, the study carried out semi-structured interviews, shown in the appendix of this paper, which delimited the theme investigated. Four representatives of public institutions were interviewed. They were from Municipal Bureau for City Development (Sedec), Municipal Culture Bureau (Semc), State Culture Bureau (Secult) and Superintendence of National Artistic and Historical Preservation (Iphan) in the State of Espírito Santo. And four other interviews with representatives of public-private institutions, organizations, and NGOs: Goia Institute, Modus Vivendi Institute, Conservation and Restoration Center (NCR) at Federal University of Espírito Santo (UFES), and Commission for Sacred Art and Cultural Assets of Vitória’s Archdiocese. The interviews allowed understanding how these agents operate in the City of Vitória and provided rich research material for future studies. Institutions such as cultural spaces and museums were given individual chapters due to their large number — a total of seventeen were found. Their preservation policy was investigated, when no specific law was found, such as Articles of Incorporation, By-laws, internal policies, etc., the definition adopted by Brazilian Institute of Museums (Ibram) was introduced to them so as to meet these needs and organize them. The study also searched for legislation concerning archives and document centers of institutions that have historical collections and presented research and proposals concerning documental cultural heritage of these institutions.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2106
Aparece nas coleções:PPGA - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_6938_Os_Agentes_do_Patrimônio_Cultural_em_Vitória-ES_parte 1.pdf2.06 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.