Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2108
Título: Grafite em Vila Velha : a transgressão se faz "presente"
Autor(es): Michalovzkey, Sérgio Ronaldo Skrypnik
Orientador: Bezerra, Ângela Maria Grando
Data do documento: 29-Nov-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Esta pesquisa tem como tema central o grafite como uma das possíveis expressões urbanas na cidade de Vila Velha, região metropolitana de Vitória, no estado do Espírito Santo. A fim de entendê-lo na contemporaneidade, foi necessária breve abordagem histórica assim como o levantamento de teorias sobre o planejamento arquitetônico-urbanístico. Tais elementos auxiliaram no trânsito por conceitos - mundiais -, até aportar, por fim, na cidade de Vila Velha. Além disso, a busca histórica a partir da década de 1960 ilustra os dois principais polos do grafite: Europa, maio de 1968 e Estados Unidos e, em especial, sua incorporação como um dos tripés de sustentação do movimento Hip-Hop. Têm-se também a visualização de como este fenômeno global se reproduz no Brasil e especificamente em Vila Velha. O apoio em referências bibliográficas; teses; dissertações; sites e em caráter complementar - porém não de menor importância, entrevistas e conversas por e-mails realizadas com seus praticantes; em especial o grafiteiro Bertz, é relevante para o entendimento das ações dos grafiteiros e pichadores. O estudo reconhece-as e ilustra a amplitude da difusão da estética inerente ao grafite e à pichação, em ambientes e mídias diversos, com destaque para seu caráter transgressor e ao mesmo tempo elabora um de seus paradoxos: a realimentação do sistema de bens de consumo cultural que ora nega, ora viabiliza sua existência.
This research is focused on graphite as a possible urban expressions in Vila Velha, metropolitan region of Vitória, state of Espírito Santo. In order to understand it in contemporary times, it was necessary brief historical approach as well as the survey of theories about the architectural-urban planning. Such elements assisted in traffic for concepts - world - until contribute, finally, in the city of Vila Velha. Moreover, the historical inquiry from the 1960s illustrates the two main poles of graphite: Europe, May 1968 and the United States and, in particular, its incorporation as a tripod supporting the Hip-Hop movement. Also have a preview of how this global phenomenon is reproduced in Brazil and specifically in Vila Velha city. The support references; theses; dissertations, websites and complementary character - but not least, interviews and conversations and emails made to its practitioners, especially the graffiti artist Bertz, is relevant to understanding the actions of graffiti and taggers. The study recognizes them and illustrates the magnitude of the diffusion inherent in graffiti and graffiti aesthetics in various environments and media, with emphasis on its transgressive character while working out one of his paradoxes: a feedback system of consumer goods cultural that prays deniesand sometimes enables its existence.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2108
Aparece nas coleções:PPGA - Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_7346_Sérgio R S Michalovzkey_Dissertação.pdf22.64 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.